23 jan 2020 - 7h41

Na estreia em casa, Athletico reencontra torcida e mantém 100% no Paranaense

Após 50 dias longe do seu torcedor, o Athletico voltou a jogar na Arena, com o time de aspirantes.

Para o reencontro, a diretoria manteve a promoção de ingressos da reta final do Brasileirão de 2019: R$50,00 para os torcedores que fossem com a camisa do Furacão.

O técnico Eduardo Barros pôde contar com o reforço de oito jogadores que estavam na Copa São Paulo de Futebol Júnior: o goleiro Léo Linck, o lateral-direito Reginaldo, o zagueiro Luan Patrick, o volante Kawan, os meias Bruno Leite e Ramon e os atacantes Jajá e Vinícius Mingotti.

O Furacão manteve o embalo após a vitória sobre o União Beltrão; já a equipe de Cornélio Procópio perdeu mais uma, após derrota para o Londrina na primeira rodada.

O Furacão sofreu com a marcação adversária, mas o volante Christian marcou um golaço no segundo tempo e garantiu os três pontos.

Eduardo Barros está invicto no comando do Furacão. Ele acumula, agora, sete vitórias e três empates, contando o time principal em 2019.

Confira como foi o jogo:

1º Tempo
A primeira finalização da partida foi do PSTC, logo no primeiro minuto. Léo Couto recebeu no meio-campo e arriscou de longe. A bola passou à direita do gol de Anderson.

Aos 4 minutos, após bate e rebate na frente da área, Pedrinho dominou e chutou sem força. Yuri defendeu.

Logo em seguida, Kleiton tentou arrancar, mas a defesa tirou. Boselli arriscou de esquerda e a bola passou por cima do gol adversário.

Athletico tentava tomar a iniciativa da partida, mas não encontrava espaços.

Aos 20 minutos, Christian evitou a saída da bola e cruzou rasteiro. Pedrinho ajeitou e Kleiton foi bloqueado na hora do chute.

Léo Couto cobrou falta com o pé esquerdo, aos 26, e a bola passou perto do travessão.

Jogo seguiu equilibrado, sem chances claras de gol.

Aos 29, lance polêmico. Kleiton recuperou a bola na defesa, tabelou com Christian e puxou contra-ataque. Pedrinho cruzou, Boselli tentou o drible e o zagueiro tirou com a mão. A torcida pediu pênalti, mas a bola bateu no peito do jogador do PSTC, segundo o árbitro.

Leandro recebeu passe e bateu de primeira. A bola subiu muito, foi na direção do gol  e Anderson precisou dar um tapa pela linha de fundo. Foi o último lance importante da primeira etapa, aos 41 minutos.

2º Tempo
Grafite recebeu na esquerda e cruzou para a área. Leandro desviou de cabeça na marca do pênalti e Gerônimo não alcançou, por pouco, a bola na pequena área, logo a 1 minuto.

Aos 18, Christian recebeu de costas, limpou a marcação com um toque de letra e invadiu a área livre. Ajeitou para Pedrinho que bateu de primeira, mas mandou para longe.

Logo após, Denner cobrou falta e Danilo Boza subiu mais alto que a marcação, mas mandou direto para fora.

Com 27 minutos, saiu o gol que definiu a vitória rubro-negra. Christian recebeu a bola de Jáderson pela esquerda, ajeitou para o meio e soltou a bomba. A bola foi na gaveta, sem chance para o goleiro Yuri, premiando o melhor jogador em campo. Golaço! Athletico 1×0 PSTC.

Ficha técnica
Campeonato Paranaense – 22/01/2020 – Athletico 1 x 0 PSTC

Local: Arena da Baixada;

Horário: 20h00;

Árbitro: Daniel Dantas Canario de Melo;

Cartões amarelos: Léo Simas, Danilo Boza, Léo Gomes, Christian e Denner (CAP); Hurtado, Igor Ribeiro, Léo Couto e Gerônimo (PSTC).

Cartões vermelhos: – ;

Gols: Christian (27’ 2T).

Público: 8.638.

Athletico: Anderson; Léo Simas, Walber, Danilo Boza e Jáderson; Christian, Léo Gomes, Denner e Kleiton (Reinaldo); Juan Boselli (Elias Carioca) e Pedrinho (Jajá); TC: Eduardo Barros.

PSTC: Yuri; Everaldo Potiguar, Barbosa, Hurtado e Dudu; Igor Ribeiro, Wallace e Léo Couto; Leandro (Mateuzinho), Gerônimo e Grafite; TC: Reginaldo Vital.

Próximos confrontos
O próximo desafio do Athletico, no Paranaense, será contra o Londrina, às 17h00 de sábado, mais uma vez na Baixada.

A estreia do time de Dorival Júnior em casa será contra o Peñarol, em 3 de março (terça-feira), às 21h30, pela Libertadores.

Antes, o Athletico enfrenta o Flamengo, pela Supercopa. A partida, porém, será no Mané Garrincha, em Brasília – esse jogo está marcado para 16 de fevereiro (domingo), às 11h.

No próximo sábado, o Furacão encara o Grémio, em Porto Alegre, às 11h00, em mais um jogo amistoso (com portões fechados).



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Time voando baixo

Foi um “Passeio”, o time comandado por Eduardo Barros, deu aula… Os meninos Christian e Erick, comando meio de campo, Wellington o “maestro” regendo a…