30 jan 2020 - 22h08

Athletico leva virada do Cianorte e sofre sua primeira derrota no estadual

Nesta quinta-feira, o Furacão foi ao Estádio Albino Turbay enfrentar a equipe do Cianorte em jogo válido pela quarta rodada do Campeonato Paranaense. A equipe da casa foi mais eficiente e, de virada, venceu o Athletico, que conheceu seu primeiro revés na competição.

1º tempo

Athletico tomou a iniciativa nos primeiros instantes. Logo aos 6 minutos, Kleiton recebeu bom passe de Ramon e chutou cruzado levando perigo para o gol do time da casa.

A equipe de Cianorte tentava sair para o jogo trocando passes, mas esbarrava na marcação alta do Athletico e pouco produzia. Apenas aos 11 minutos, após falta frontal cometida por Walber, o Cianorte deu seu primeiro chute, porém sem levar perigo ao gol.

O jogo ficou sem grandes chances até os 21 minutos, quando o Cianorte chegou pelo lado esquerdo da defesa atleticana e, após cruzamento rasteiro, Eduardo finalizou para boa defesa de Anderson.

O Cianorte passou então a dificultar as ações do Athletico e ficar mais com a bola. Aos 29, Rodrigo finalizou de longa distância e assustou o goleiro atleticano.

Porém, aos 32 minutos, o Furacão tratou de esfriar os ânimos do time da casa. Em cobrança de escanteio de Denner, Kleiton ajeitou para o meio da área e Danilo Boza mandou para o fundo do gol. Athletico na frente no placar.

O gol animou o Furacão, que voltou a ter o domínio do jogo, apesar de pouco criar chances reais. Somente aos 44 minutos o rubro negro levou perigo novamente, após bom passe de Kleiton encontrando Breno Lopes na esquerda. O atacante cortou para o meio e chutou, porém pegou muito embaixo da bola e mandou longe, e o primeiro tempo terminou com o placar de 1 a 0 para o Furacão.

2º tempo

Logo no primeiro minuto, Breno Lopes já fez boa jogada trazendo da esquerda para dentro, porém teve o chute bloqueado pela defesa. O Cianorte, no entanto, não se intimidou e mesmo com a marcação alta atleticana trabalhava a bola buscando os espaços. Aos 7 minutos o time da casa arriscou em chute de longe, porém não levou perigo. Aos 10 minutos, o empate: após lançamento longo, Anderson tentou sair como líbero, porém a bola bateu na cabeça do atacante do Cianorte e enganou o goleiro atleticano, que ficou no meio do caminho e deixou o gol aberto para o atacante marcar.

O gol colocou fogo na partida e ambas as equipes se abriram. Aos 17 minutos, quase o Furacão toma a frente do placar em lance idêntico ao do primeiro gol. Um minuto depois, porém, o Cianorte puxou rápido contra-ataque e Jaderson cometeu pênalti. Na cobrança, o time da casa virou o placar. O gol derrubou o time atleticano e, aos 20 minutos, após mais uma jogada nas costas de Jaderson, o Cianorte ampliou para 3 a 1.

Buscando recuperar a equipe, Eduardo Barros fez duas alterações, colocando Reginaldo no lugar de Jaderson e Jajá no lugar de Kleiton. O Athletico, no entanto, não conseguia furar a defesa do Cianorte, que se fechou completamente em seu campo. Aos 32 o Furacão teve grande chance frontal de falta, cobrada com força por Elias. O chute explodiu no travessão. Aos 36, após jogada trabalhada pela esquerda, Julimar teve boa chance de diminuir a diferença, mas chutou mascado e facilitou para a defesa do goleiro.

Apesar de continuar com o controle da bola até o fim do jogo, o rubro-negro não conseguiu mais criar chances e sofreu sua primeira derrota no estadual, terminando a rodada empatado na liderança com o FC Cascavel.



Últimas Notícias

Notícias

Valeu, menino Rony!

Os olhos marejados não me deixavam apreciar o momento. A explosão em uma das maiores conquistas que já vivi, me faziam apenas ouvir um nome:…