26 jul 2020 - 19h59

Furacão goleia na primeira partida da semifinal do Paranaense

O Athletico recebeu o FC Cascavel neste domingo para o primeiro confronto pelas semifinais do Campeonato Paranaense 2020 e goleou pelo placar de 5 a 1.

A equipe do oeste paranaense se classificou em segundo lugar na competição, o que deu a vantagem de decidir o confronto em sua casa. O segundo jogo da decisão da vaga está previsto para ocorrer na quarta-feira, 29/07, às 17:45.

O time do FC Cascavel surpreendeu o Furacão nos minutos iniciais ao propor uma marcação alta na saída de bola. Apesar disso, logo aos 2 minutos foi o Athletico quem quase abriu o placar em cobrança de falta pela esquerda. No cruzamento, Bissoli concluiu no meio do gol obrigando o goleiro Raul a realizar a primeira defesa do jogo.

Bem postado em campo, o time do Cascavel oferecia poucos espaços em seu sistema defensivo para o Athletico, obrigando a equipe de Dorival Junior a arriscar muitas inversões de jogo e lançamentos longos, cometendo muitos erros. Somente 20 minutos após a primeira finalização o Athletico conseguiu finalizar novamente, mais uma vez em falta pelo lado esquerdo, mas desta vez o goleiro não pode evitar o gol. Marquinhos Gabriel cruzou com perfeição na cabeça de Lucas Halter, que mandou no ângulo direito do goleiro Raul marcando um bonito gol e abrindo o placar na Arena.

O gol não mudou a forma das duas equipes jogarem, porém o Athletico começou a achar mais espaço para trabalhar a bola. O problema na construção das jogadas passou a ser outro: o Furacão cometia muitos erros de passe no campo de ataque, sem conseguir dar continuidade às jogadas. Mas aos 33, o rubro-negro mostrou que estava letal: em cruzamento de Leo Cittadini, Bissoli dominou na grande área e chutou para marcar seu sétimo gol com a camisa do Athletico na temporada.

Apesar da boa postura em campo, foi apenas aos 36 minutos a equipe do Cascavel criou sua primeira chance mais perigosa, em jogada na linha de fundo pelo lado esquerdo. O lateral do Cascavel rolou para trás e Oberdan chegou chutando por cima do gol. Dois minutos depois, em falta também pelo lado esquerdo, o time do oeste voltou a criar perigo em chute que o goleiro Santos não conseguiu segurar e espalmou para fora. E aos 44 o Cascavel mostrou que o lado esquerdo era mesmo o caminho. Após boa trama, em cruzamento rasteiro, Marcio Azevedo tentou cortar e acertou Henrique, fazendo a bola ir direto para o gol do goleiro Santos. O primeiro tempo terminou com o placar de 2 a 1 para o Athletico.

No segundo tempo, o técnico Dorival Junior promoveu a troca de Márcio Azevedo por Adriano. E já no primeiro lance do lateral esquerdo, ele inverteu a bola com o pé direito para Nikão, que dominou, cortou para a esquerda e chutou forte. A bola desviou no defensor e foi para o fundo das redes. Furacão 3 a 1.

O jogo seguiu aberto, com o Athletico mantendo a posse de bola e buscando abrir espaços. E foi numa linda jogada trabalhada pela esquerda que veio o quarto gol do Furacão. Adriano cruzou rasteiro após passe de Carlos Eduardo. A bola chegou em Marquinhos Gabriel, que empurrou colocada no contrapé do goleiro Raul, transformando o placar em goleada para o rubro-negro.

Aos 21 minutos quase a goleada foi ampliada. Em boa cobrança de falta, Bissoli obrigou o goleiro do Cascavel a fazer boa defesa. Três minutos depois, em grande jogada de Nikão, Carlos Eduardo ajeitou de letra e a bola sobrou para Marquinhos Gabriel chutar, outra vez exigindo defesa do goleiro. Aos 25, porém, não houve perdão para a equipe do Cascavel: em saída de bola errada, Adriano recuperou a bola no campo de ataque e rolou para Bissoli, livre e de frente para o gol, chutar forte e ampliar a goleada para 5 a 1.

Com o placar elástico, a equipe do Cascavel esmoreceu e o Athletico passou a apenas controlar o jogo. Dorival Junior promoveu a entrada de Jajá no lugar de Carlos Eduardo. Aos 34, após lindo contra ataque do Athletico, o jovem jogador quase marcou seu gol em chute forte, defendido pelo goleiro Raul. Aos 35, Cittadini saiu para a entrada de Lucho Gonzalez.

O jogo caiu de ritmo no final, com ambas as equipes visivelmente desgastadas, e o placar não se alterou mais. O Furacão conquistou uma importante vitória e pode perder por até três gols de diferença na quarta-feira que mesmo assim estará classificado para as finais do Campeonato Paranaense.



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Vamos, Ó Meu Furacão…

O Athletico vive situação delicada no Brasileirão, na zona de rebaixamento. A equipe buscava reagir – eram oito jogos sem triunfos (três empates e cinco…

Copa do Brasil

Em defesa do título

Pouco mais de um ano depois de levantar a taça da Copa do Brasil, o Athletico retorna à competição no confronto pelas oitavas de final,…