12 ago 2020 - 21h26

Furacão mantém embalo e vence o Esmeraldino na Arena

Já são oito jogos de invencibilidade e quatro vitórias seguidas, com o título paranaense neste período.

Após poupar titulares e derrotar o Fortaleza fora de casa, Dorival Junior pôde contar com os reforços de Santos, Thiago Heleno e Wellington.

Márcio Azevedo, Erick e Bissoli seguem vetados pelo departamento médico e não foram relacionados para a partida. Cittadini e Aguilar iniciaram o jogo na reserva, ficando à disposição do treinador.

Foi a estreia do Goiás no Brasileirão. Na primeira rodada, o clube não entrou em campo contra o São Paulo e a partida precisou ser adiada, já que o time Esmeraldino apresentou dez casos de Covid-19 no elenco.

Tadeu, Jefferson, Ratinho, David Duarte, Sandro, Rafael Moura, Keko, Lucão do Break e outros quatro jogadores (cujas identidades são mantidas em segredo) estão com coronavírus. Gilberto Júnior, aprimora a forma física. Caju e Henrique Almeida estão na fase de transição.

Confira como foi o jogo:

1º Tempo

Primeira boa chance da partida foi em falta perigosa, frontal, sofrida por Thiago Heleno, aos 10 minutos. Marquinhos Gabriel cobrou em cima da barreira.

Aos 15 minutos, o camisa 10 atleticano fez bela jogada pela esquerda, passou por dois marcadores e cruzou. A bola passou por toda a defesa do Goiás.

Um minuto depois, Vitinho cortou para o meio e chutou forte, da entrada da área. Marcelo Rangel fez boa defesa, espalmando a bola.

Cittadini entrou aos 23. Canesin sentiu após dividida forte com Daniel Bessa e caiu no gramado. Jogador foi socorrido e saiu para avaliação hospitalar via ambulância.

GOLAÇO! Vitinho recebeu na esquerda, perto da entrada da área. Ele carregou a bola, ajeitou para o pé direito e mandou um tirambaço, com categoria, no ângulo do goleiro Esmeraldino. 1 a 0 na Arena, aos 31 minutos!

Aos 33, Thalles chutou de fora da área, sem perigo. Santos defendeu.

Marquinhos Gabriel fez boa jogada perto da área – aos 37 minutos – e chutou. Boa defesa de Marcelo Rangel.

No minuto seguinte, Vitinho recebeu cruzamento, livre, e de carrinho perdeu boa chance de ampliar.

Aos 47, Vitinho – novamente ele – recebeu cruzamento de Jonathan e cabeceou na trave direita de Marcelo Rangel. Furacão na garganta do Goiás!

Árbitro Diego Pombo Lopez – após checar o VAR – detectou que a bola bateu na mão de Thiago Heleno, após cobrança de falta de Rafael Vaz. Pênalti. Daneil Bessa deslocou o goleirão atleticano. Empate, no último minuto.

2º Tempo

Vinícius Lopes fez jogada individual, mas chutou fraco, da entrada da área, para tranquila defesa de Santos. Eram 4 minutos.

No lance seguinte, Daniel Bessa cobrou escanteio, Fábio Sanches subiu e Santos dividiu bola pelo alto, mandando pela linha de fundo.

17 minutos e Nikão, na habilidade e raça, chegou à linha de fundo e após bate-rebate, a bola sobrou dentro da área para Cittadini. Ele chutou à esquerda de Marcelo Rangel.

Aos 22, Cittadini arriscou chute colocado da meia-lua e mandou perto da trave direita.

No minuto seguinte, Victor Andrade mandou uma bomba da entrada da área. A bola desviou na defesa e saiu em escanteio para o Goiás.

Aos 27 minutos, Nikão pegou de primeira bola que sobrou após cruzamento desviado na defesa. Chute foi direto pela linha de fundo.

LEI DO EX na Baixada! Nikão cruzou fechado, Marcelo Rangel saiu mal e Vitinho, esperto, evitou a saída de bola. Carlos Eduardo, com o gol escancarado, meteu de cabeça para o fundo do barbante. 2 a 1, aos 30 minutos!

O Esmeraldino quase empatou no lonce seguinte. Victor Andrade recebeu cruzamento de Heron e finalizou, de dentro da área, com muito perigo. Bola raspou a trave atleticana.

Jogadaça do Furacão! Troca de passes envolvente e a bola foi parar nos pés de Cittadini. Por muito pouco ele não ampliou. Bola triscou o poste do Goiás. 38 minutos.

Aos 44, Nikão ficou com a sobra dentro da área, após cobrança de falta, e soltou uma bomba de direita. Bola sobre o gol de Marcelo Rangel.

Fim de jogo e mais três pontos somados!

Ficha técnica

Campeonato Brasileiro – 12/08/2020 – 2ª Rodada

Athletico 2 X 1 Goiás

Local: Arena da Baixada.

Horário: 19h15.

Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA).

Cartões amarelos: Jonathan, Thiago Heleno, Lucas Halter (CAP); Daniel Bessa, Rafael Vaz, Victor Andrade (GOI).

Cartões vermelhos: -.

Gols: Vitinho (31’ 1T), Daniel Bessa (57’ 1T), Carlos Eduardo (30’ 2T)

Athletico: Santos; Jonathan, Thiago Heleno, Lucas Halter e Abner Vinícius; Wellington, Canesin (Cittadini) e Marquinhos Gabriel (Richard); Nikão, Vinicius Mingotti (Carlos Eduardo) e Vitinho (Geuvânio). TC: Dorival Júnior.

Goiás: Marcelo Rangel; Yago Rocha (Pintado), Fábio Sanches, Rafael Vaz e Heron; Breno, Daniel Bessa (Ignacio Jara), Thalles (Douglas) e Luiz Gustavo (Miguel); Victor Andrade e Vinicius Lopes (Zeca). TC: Ney Franco.

Próximo confronto

O Rubro-Negro volta à campo no domingo, 16/08, às 19h45, contra o Santos, na Vila Belmiro.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Novo “Timoneiro”

Sim.. Estava na cara.. Eduardo Barros, apesar de muito promissor e ser Sim, um nome para treinar a equipe rubro negra.. Ainda estava “Cru” e…