O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
13 set 2020 - 9h49

Enfim, um refresco!

Não se enganem caros torcedores com a vitória de ontem que ela será a redenção do Furacão e a partir de agora só bons resultados, não. Ganhar do coxa nesse ano já virou rotina, se ele forem jogar contra o Operário de Ponta Grossa, perdem. O coxa não é parâmetro.

A vitória foi boa, somamos mais três pontos e demos uma respirada e no final da rodada dependendo dos resultados devemos ficar entre os treze primeiros colocados.

Como já mencionei no papel o time do Athletico é superior ao coxa, Goiás, Ceará, Fortaleza, Sport, Corinthians, Botafogo, Bragantino, Bahia e Atlético Goianiense, o que podemos supor que o Athletico tenha decaído tanto é por problemas internos, jogador com jogador e jogadores com a administração, pois é notável a má vontade de alguns jogadores que parece que estão obrigados a entrar em campo contra a sua vontade, um deles é o Nikão, que pelo jeito cansou e faz um bom tempo que quer ir embora e não o negociam.

Quanto a Jonathan e Márcio Azevedo fica evidente o peso da idade e os reflexos vão se esvaindo assim como eles vão se desmanchando em campo. Infelizmente o Dorival Junior conseguiu acabar com o pouco que sobrou do time e da vontade de vencer do Athletico do ano passado.

Enquanto os jogadores não fizerem um pacto de paz e que vão jogar para vencer, pode chamar como técnico Mourinho, Felipão, Tiago Nunes, Ceni, Renato Gaúcho ou qualquer outro que o Athletico vai continuar nessa mesmice.

O Eduardo Barros pegou um rabo de foguetes nas mãos, mas conhece o plantel e isso é um ponto a seu favor o que pode favorecer a uma evolução nos próximos jogos. O que atrapalha são os excessos de jogos de meio de semana e final de semana, além dos jogos da Libertadores que voltam esta semana, o que impede treinamentos táticos mais profundos.

Mas, ainda afirmo que se não forem sanados os problemas internos o futuro do Athletico é ser eliminado nessa fase da Libertadores, brigar para não cair para a segundona do brasileirão e na Copa do Brasil vei entrar só para cumprir tabela, diferente do ano de 2019 que eliminou Flamengo, Grêmio e Inter com muita qualidade.

Não estou sendo pessimista, a realidade está aí vista aos olhos de todos desde o começo do brasileirão.



Últimas Notícias

Opinião

Libertadores, estamos aqui

Do alto da nossa sétima participação na Copa Libertadores da América, temos que reconhecer que já temos muita história para contar: da primeira participação, via…