28 set 2020 - 7h05

O craque Sicupira na visão de Nelson Rodrigues

Maior artilheiro da história do Athletico com 158 gols, Barcímio Sicupira Júnior é um dos maiores jogadores do futebol paranaense de todos os tempos. Uma grandiosidade traduzida em gols, belos lances e feitos inesquecíveis – entre eles, o de ser personagem principal de uma coluna de Nelson Rodrigues, publicada no Jornal dos Sports, do Rio de Janeiro, em 30 de janeiro de 1964.

Nelson Rogrigues foi um dos maiores ícones da crônica esportiva brasileira e também se destacou como escritor e dramaturgo. Foi o primeiro a chamar Pelé de rei e também dedicou brilhantes textos sobre outras lendas do futebol brasileiro, como Leônidas da Silva, Heleno, Zizinho, Ademir da Guia, Coutinho, Gerson, Tostão, Zagallo, Rivelino, Pepe [campeão brasileiro da Série B pelo Athletico, em 1995], Djalma Santos, que também vestiu e brilhou com a camisa atleticana, inclusive no time campeão de 1970, junto com Sicupira, e tantos outros.

Mas naquela quinta-feira, 30 de janeiro de 1964, o principal cronista esportivo brasileiro da época dedicava um texto inteiro para falar do então jovem e quase desconhecido Barcímio Sicupira – provavelmente o único personagem paranaense da história a ter uma coluna inteira dedicada a ele, escrita por Nelson Rodrigues.

Coluna de Nelson Rodrigues sobre Sicupira, publicada no Jornal dos Sports, do Rio de Janeiro, em 30 de janeiro de 1964

No texto, intitulado “Um craque chamado Sicupira”, ele conta o quão imprevisível muitas vezes é o surgimento de um craque, que nem sempre é revelado nos primeiros jogos e, através do confrade Dácio de Almeida, tomou conhecimento de um desses raros talentos em Curitiba – ninguém menos que Sicupira, que numa partida entre Ferroviário e Água Verde havia marcado um gol digno de craque:

“Até que chegou o instante prodigioso. Veio a bola e todos viram quando Sicupira, farejando a ocasião decisiva, virou no ar. Foi uma cambalhota, ou meia-cambalhota. Tornou-se leve, diáfano, incorpóreo. E iluminou o jogo com uma bicicleta imortal”, descreveu Nelson Rodrigues.

A íntegra do belíssimo texto ganhou narração especial do jornalista Sandro Moser lembrando a voz de Nelson Rodrigues, num vídeo especial publicado no canal da agência Zelig Digital:

Sandro Moser é o autor da biografia “Sicupira – Vida e Gols de um Craque Chamado Barcímio”, que será lançada no próximo sábado (03/10), em evento com a presença do eterno craque da 8 do Furacão, na Pedreira Paulo Leminski, das 12h00 às 13h00. A história desse texto e tantas outras, inéditas ou pouco conhecidas do público estão no livro.

Os ingressos para o lançamento especial custam R$ 60,00 por carro e dão direito a um exemplar autografado por Sicupira. Cada livro avulso também custará R$ 60,00. No evento, Sicupira vai relembrar momentos da carreira registradas em áudio e vídeo no telão do Planeta Drive In na Pedreira. Depois, o livro estará à venda nas redes sociais de Sicupira, na Amazon e nas melhores livrarias da cidade.

Serviço:
Lançamento do livro “Sicupira – vida e gols de um craque chamado Barcímio”
Local: Pedreira Paulo Leminski (Rua João Gava, nº 970, Abranches, Curitiba)
Data: 03/10/20 (sábado)
Horário: das 12h00 às 13h00
Ingressos: R$ 60 por carro, valor que garante um livro autografado – clique aqui para comprar
Preço do livro avulso: R$ 60,00



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Em defesa do título

Pouco mais de um ano depois de levantar a taça da Copa do Brasil, o Athletico retorna à competição no confronto pelas oitavas de final,…