21 out 2020 - 0h04

Athletico perde para o Peñarol e se classifica em segundo na Libertadores

O Furacão foi derrotado pelo Peñarol nesta noite de terça (20), pelo placar de 3 a 2. O duelo era valido pela última rodada da fase de grupos da Libertadores, e o Athletico precisava apenas do empate para garantir o primeiro lugar do grupo.

O Furacão foi ao Uruguai com um time misto, além de já não contar com alguns jogadores que estavam no DM, boa parte do elenco foi poupado da viagem, já que a equipe já estava classificada para a segunda fase da competição continental.

Além disso, dois jogadores relacionados foram diagnosticados com o novo corona vírus, o zagueiro Lucas Halter e, novamente, o atacante Walter.

Primeiro tempo

Com um esquema tático diferente (3-4-3)  e várias novidades dentro de campo, não demorou para o Peñarol abrir o placar. Logo aos dois minutos, os uruguaios tiraram o zero do placar. Com a pressão inicial, parecia que o jogo seria sofrido para os atleticanos.

O Athletico equilibrou o jogo e se encontrou dentro de campo, apesar dos sustos, conseguiu empatar aos 35 com Lucho, após bela jogada de Nikão.

Se o empate, que já garantia a liderança do grupo, era um ótimo resultado, já animava o torcedor atleticano, uma vitória empolgava muito mais. Aos 44 do primeiro tempo Richard pegou de fora da área e fez um golaço para colocar o Furacão na frente do placar.

Segundo tempo

O Athletico voltou para o segundo tempo precisando apenas administrar a partida, a equipe que já vinha se arrastando durante a primeira etapa precisava de alterações mesmo com a vitória, mas o interino Eduardo Barros não viu assim.

O Peñarol, precisando da vitória, sacou um volante e colocou um meio campo para a volta do segundo tempo. E o que se viu foi “mais do mesmo” do que o torcedor atleticano já vem acompanhando nas últimas partidas.

Pressão do adversário e péssimas investidas de contra ataque, e não demorou muito para os uruguaios empatarem. Aos 17, após falha de Lucho, o Peñarol empatou.

Os mandantes seguiram pressionando, as substituições de Eduardo Barros não surtiram efeito, e o time seguiu apático dentro de campo. Até que veio a virada do Peñarol, aos 35 minutos do segundo tempo Giovanni González cabeceou sozinho e colocou os uruguaios na frente do placar novamente.

Com o resultado, o Furacão seguia em primeiro lugar, e os uruguaios se classificavam, momentaneamente, na segunda colocação.

No entanto, a alegria dos mandantes não durou muito. No outro jogo do grupo o Jorge Wilstermann fazia 1 a 0 contra o Colo Colo e garantia a sua classificação no primeiro lugar do grupo, mandado o Peñarol para a Copa Sul-Americana.

Com a classificação, o rubro-negro agora espera o sorteio da Libertadores para saber qual será o adversário nas oitavas de final.

Próxima partida

O Furacão entra em campo novamente já no domingo, agora buscando a recuperação no campeonato brasileiro recebendo o Grêmio na Arena da Baixada.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

General é General…

Estamos em franca recuperação no Campeonato Brasileiro, jogando um futebol melhor, criando oportunidades, mas perdendo gols e deixando de tomar gols, em um momento, importantissímo……