25 out 2020 - 21h33

Ladeira abaixo: Athletico perde de virada e se afunda na ZR

Em crise no Campeonato Brasileiro, o Ahletico recebeu o Grêmio neste domingo (25) para tentar iniciar a reação após as mudanças feitas no Departamento de Futebol do Clube. No entanto, depois de sair na frente com um bonito gol de Carlos Eduardo, no fim do primeiro tempo, o Rubro-Negro sofreu a virada na segunda etapa com gols de Thiago Heleno (contra) e Ferreira, perdendo por 2 a 1 dentro de casa e se mantendo na zona de rebaixamento para a Série B.

O jogo

Comandado pelo auxiliar técnico Bernardo Franco, já que Paulo Autuori cumpre suspensão imposta pelo STJD, o Athletico entrou em campo no 4-3-3 com Santos; Erick, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner; Wellington, Lucho González e Christian; Nikão, Renato Kayzer e Carlos Eduardo. Já Renato Portaluppi trouxe o Grêmio com time misto no 4-5-1, formado por Paulo Victor; Orejuela, Rodrigues, David Braz e Bruno Cortez; Lucas Silva, Darlan, Thaciano, Everton e Ferreira; Isaque.

Pouco inspiradas, ambas as equipes fizeram um primeiro tempo sem muitas emoções e pouquíssimos chutes a gol. Apesar de manter a posse de bola, o Athletico não levava perigo à meta de Paulo Victor. Enquanto isso, o Grêmio apostava nos contra-ataques sem muita eficiência. As melhores chances de gol saíram apenas no final da primeira etapa: aos 42′, Isaque recebeu cruzamento da direita e chutou para fora. O Furacão respondeu logo em seguida: aos 43′, Carlos Eduardo recebeu lançamento de Thiago Heleno, cortou o zagueiro e mandou na gaveta para abrir o placar na Baixada.

Depois de conseguir ir para o vestiário com a vantagem no placar, era de se esperar que o Athletico voltasse melhor para a segunda etapa e conquistasse os importantes 3 pontos da partida. Ledo engano. Com as substituições feitas por Portaluppi, o Tricolor voltou buscando o jogo e logo chegou ao empate. Aos 10′, Luiz Fernando chutou forte, cruzado, e Santos espalmou mal para o meio da área. A bola bateu em Thiago Heleno e entrou. O gol contra marcado pelo General desestabilizou a equipe, que não conseguiu armar boas jogadas e abusava das faltas. Já o Grêmio continuou apostando nos contra-ataques até que, aos 41′, Paulo Victor lançou, a zaga atleticana bobeou e Ferreira saiu livre na área para tocar para a rede e marcar o gol da virada gremista.

Situação delicada

Com mais uma derrota, a 9ª em 17 jogos, o Furacão fecha o primeiro turno do Campeonato Brasileiro contra o Sport, na Ilha do Retiro, no próximo domingo. Ainda tem um jogo a disputar contra o Atlético/MG, válido pela 6ª rodada. Mesmo com 6 pontos ainda em disputa, o desempenho do Rubro-Negro no primeiro turno é preocupante. Tendo vencido apenas 4 partidas e empatado outras 4, o Athletico soma apenas 16 pontos e ocupa a 18ª posição na tabela.

Para sair da zona de rebaixamento antes de iniciar o returno, o time precisa vencer e torcer por tropeços de Vasco, que abre a ZR com 18 pontos e Botafogo, Bragantino ou Bahia, que têm 19 e estão logo acima. Além disso, conforme noticiado pela Furacao.com, para atingir os 45 pontos normalmente necessários para se livrar do rebaixamento, o Athletico precisará de um desempenho muito superior na segunda metade do Brasileirão.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

General é General…

Estamos em franca recuperação no Campeonato Brasileiro, jogando um futebol melhor, criando oportunidades, mas perdendo gols e deixando de tomar gols, em um momento, importantissímo……