28 out 2020 - 23h29

Vamos, Ó Meu Furacão…

O Athletico vive situação delicada no Brasileirão, na zona de rebaixamento. A equipe buscava reagir – eram oito jogos sem triunfos (três empates e cinco derrotas). Como mandante, não vencia há quatro partidas, vindo de duas derrotas consecutivas.

A turbulência rubro-negra se dá dentro e fora das quatro linhas. O elenco – outrora promissor – passou a desacreditado. Somado a isso, o Clube recebeu punição da FIFA e está impedido de efetuar novas contratações até julho de 2021.

E assim, em meio ao caos, o Furacão iniciou sua 24ª participação na Copa do Brasil, torneio no qual defende o título.

Pela frente o atual campeão continental que acumulava onze partidas de invencibilidade – oito vitórias e três empates.

As aclamadas mudanças estão acontecendo. Troca de Paulos: André foi embora, Autuori voltou.

O novo Head Coach, que precisou assumir provisoriamente o comando técnico da equipe, não pôde contar com muitos jogadores para o primeiro duelo das Oitavas: Jonathan e Vitnho (em recuperação de lesão); Pedro Henrique (lesão muscular na coxa); Khellven (com a seleção brasileira sub-20); Jorginho e Kayzer (não podem atuar por já terem defendido o Atlético-GO na competição) e Thiago Heleno (testou positivo para Covid-19) não foram relacionados.

Apesar do cenário desconfortável, apoio jamais faltará. Prova disso foi a torcida que reuniu-se nos arredores da Baixada e fez bonita festa para recepcionar e apoiar jogadores e comissão.

O prognóstico não é dos melhores, mas a partida desta quarta-feira pode representar o início de um novo ciclo – de recuperação – no temível 2020 do Athletico.

Os primeiros passos foram dados.

Confira como foi o jogo:

1º Tempo

Um lance de perigo para cada lado, com intervalo de um minuto. Aos 17, Everton Ribeiro fez bom passe para Isla que encontrou Pedro. Ele finalizou com muito perigo, à direita de Santos. Em seguida, Reinaldo fez fila pela esquerda, invadiu a área e rolou para Nikão – livre – finalizar por sobre o gol.

Aos 19, gol do Flamengo. Isla cruzou na cabeça de Pedro que ganhou dividida com Santos. A bola bateu no travessão e sobrou para Bruno Henrique empurrar para a rede.

O Athletico chegou com mais perigo aos 42. Walter soltou um petardo em cobrança de falta e Hugo espalmou. No rebote, Zé Ivaldo finalizou, mas a bola saiu à direita da meta.

2º Tempo

Boa chegada do Furacão. Aos 8 minutos, cobrança de escanteio para área e bola rebatida pela defesa. Nikão finalizou de primeira, no rebote, e a bola desviou em Léo Pereira e saiu.

Dois minutos depois, Nikão ganhou de Léo Pereira na dividida pela direita e rolou para Walter. Belíssima finalização da entrada da área e grande defesa do goleiro flamenguista.

Os visitantes responderam aos 13. Isla recebeu de Everton Ribeiro e cruzou para Pedro, livre, cabecear. Santos, bem posicionado, encaixou.

Athletico melhor na partida e dominando as ações. Após boa tabela e passe de Walter, Reinaldo invadiu a área e finalizou com categoria, rasteiro. Hugo fez milagre, desviou, a bola bateu na trave e voltou nas mãos do goleiro. Eram 18 minutos.

Aos 25, ótima oportunidade desperdiçada pelos cariocas. Após bobeada da zaga atleticana, Bruno Henrique achou Pedro na área. Ele finalizou e a bola saiu pela linha de fundo, muito perto da trave.

Pênalti para o Athletico, aos 31. Renê derrubou Cittadini; o árbitro revisou o lance no VAR e assinalou a penalidade máxima. Mas a noite era mesmo do arqueiro flamenguista. Walter bateu forte – à meia altura – e Hugo espalmou.

No lance seguinte, Isla armou o contra-ataque e lançou Bruno Henrique pela esquerda. Ele invadiu a área, cortou a marcação e bateu colocado. A bola tirou tinta da trave esquerda.

Ficha técnica

Copa do Brasil – 28/10/2020 – Oitavas de Final (1º jogo)

Athletico 0 X 1 Flamengo

Local: Arena da Baixada.

Horário: 21h30.

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG).

Cartões amarelos: Isla, Renê (FLA).

Cartões vermelhos: .

Gols: Bruno Henrique (19’ 1T).

Athletico: Santos; Erick, Zé Ivaldo, Felipe Aguilar e Azevedo (Abner); Richard (Lucho), Christian (Wellington) e Cittadini; Nikão, Reinaldo (Carlos Eduardo) e Walter (Fabinho). TC: Paulo Autuori.

Flamengo: Hugo; Isla, Noga e Léo Pereira, Filipe Luís (Renê); Thiago Maia, Arão e Vitinho (Daniel Cabral); Éverton Ribeiro, Pedro (Gustavo Henrique) e Bruno Henrique. TC: Domènec Torrent.

Próximo confronto

O Athletico retorna a campo no domingo, 28/10, às 16h00, contra o Sport, na Ilha do Retiro.

A partida de volta pela Copa do Brasil, no Maracanã, acontecerá no dia 04/11, às 21h30.

Pela Libertadores, o Furacão faz o primeiro jogo das oitavas de final contra o River Plate (ARG), na Arena, no dia 24/11, às 19h15.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

General é General…

Estamos em franca recuperação no Campeonato Brasileiro, jogando um futebol melhor, criando oportunidades, mas perdendo gols e deixando de tomar gols, em um momento, importantissímo……