18 nov 2020 - 20h55

Que Atlético, que nada. Aqui é Athletico!

Quase três meses depois da data original, Furacão e Galo se enfrentaram em jogo adiado e válido pela sexta rodada do Brasileirão.

O Furacão vinha de duas vitórias consecutivas, contra Fortaleza (em casa) e Goiás (fora). O Rubro-Negro entrou em campo com a possibilidade de sair e se afastar da zona de rebaixamento.

Ex-companheiros de Santos, Autuori derrotou time de Sampaoli novamente no Brasileiro. Venceu quando ainda comandava o Botafogo, por 1 a 0. Com o terceiro triunfo seguido do Furacão, o líder do campeonato perdeu invencibilidade de 15 jogos como mandante em 2020.

Autuori não pôde contar com Jonathan (em recuperação), Márcio Azevedo (lesão no joelho direito), Lucho (dores na coxa), Carlos Eduardo (edema na coxa) e Vitinho (em recuperação).

Pelo lado da equipe comandada por Sampaoli, houve um surto nos casos de Covid-19 dentro do clube, atingindo o próprio treinador, sua comissão e, pelo menos, mais 22 profissionais do clube.

Confira como foi o jogo:

1º Tempo

Logo no início da partida, o Furacão chegou ao ataque em lindo lance individual de Reinaldo – ele passou por Bueno e bateu, mas Everson defendeu.

O Galo chegou com muito perigo aos 20 minutos. Marrony ficou cara a cara com o gol, chutou forte, mas mandou pela linha de fundo.

Quatro minutos depois, Kayzer recebeu na área, passou pela marcação e bateu cruzado. A bola passou tirando tinta da trave.

FURACÃO NA FRENTE! Christian recebeu de Canesin na grande área, dominou com muita tranquilidade e chutou forte, no meio do gol, sem chances para Everson. 1 a 0 no Mineirão, aos 34 minutos!

Aos 36, Arana chutou forte de fora da área e Santos fez grande defesa para evitar o empate.

NIKÃO É O NOME DA ALEGRIA! Aos 45, ele –  que ainda não havia balançado as redes no Brasileirão – avançou e, da entrada da área, bateu. A bola desviou em Bueno e parou nas redes! 2 a 0.

2º Tempo

A única opção do Galo era se lançar ao ataque. Aos 2 minutos, boa jogada pela esquerda de Calebe que rolou para Arana – ele chutou e Thiago Heleno bloqueou.

No minuto seguinte, Nathan cruzou da direita e Keno, livre, cabeceou, mas mandou para fora, com perigo.

Aos 4, Nikão arriscou uma bomba de fora da área. A bola passou raspando a trave.

Bueno bobeou e perdeu a bola no meio-campo, aos 7 minutos. Richard avançou e, da entrada da área, bateu com muito perigo.

O Atlético-MG pressionava e chegou trocando passes. Arana recebeu na entrada da área e bateu, para boa defesa de Santos, aos 16 minutos.

No lance seguinte, Sasha dominou na área e mandou um petardo. O arqueiro rubro-negro fez excelente defesa.

Aos 29, Keno – em velocidade – avançou pelo meio e mandou o chute. A bola passou com perigo.

Aos 30, a bola sobrou na entrada da área. Everson deixou o gol e isolou. Quase chegou o Furacão!

Chegada perigosa do Furacão. Everson fez defesa complicada após finalização de Bissoli. Eram 40 minutos.

Bissoli entrou atento no jogo e chegou novamente com intensidade, aos 44. Chutou forte da entrada da área, mas Everson defendeu.

O Furacão soube anular o ataque do Galo. Controlou o segundo tempo e, após bela performance, conquistou importantíssima vitória.

Ficha técnica

Campeonato Brasileiro – 18/11/2020 – 6ª Rodada (jogo adiado)

Atlético-MG 0 X 2 Athletico

Local: Mineirão.

Horário: 19h00.

Árbitro: Dyorgines José Padovani de Andrade (ES).

Cartões amarelos: Richard e Christian (CAP); Keno e Bueno (CAM).

Cartões vermelhos: – .

Gols: Christian (34’ 1T), Nikão (45’ 1T).

Athletico: Santos; Erick, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner; Richard (Wellington), Christian e Canesin (Cittadini); Nikão (Zé Ivaldo), Kayzer (Bissoli) e Reinaldo (Fabinho). TC: Paulo Autuori.

Atlético-MG: Everson; Bueno, Talison (Wesley), Igor Rabello e Arana; Jair, Hyoran (Nathan) e Zaracho (Calebe); Marrony (Borrero), Sasha e Keno. TC: Jorge Sampaoli.

Próximo confronto

O Athletico retorna a campo no sábado, 21/11, às 19h00, contra o Santos, na Baixada.

Pela Libertadores, o Furacão faz o primeiro jogo das oitavas de final contra o River Plate (ARG), na Arena, no dia 24/11, às 19h15.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

General é General…

Estamos em franca recuperação no Campeonato Brasileiro, jogando um futebol melhor, criando oportunidades, mas perdendo gols e deixando de tomar gols, em um momento, importantissímo……