23 nov 2020 - 11h01

River Plate: títulos, camisa e tradição

O Athletico enfrenta nesta terça-feira (24) um dos maiores clubes de futebol do continente, nada mais e nada menos que o poderoso River Plate da Argentina. A equipe “Millionaria” é quatro vezes campeã da Copa Libertadores da América (1986, 1996, 2015 e 2018) sendo a atual vice campeã do torneio.

A equipe é a quarta que mais venceu a competição, atrás do Independiente (7) e Boca Juniors (6) da Argentina e do Peñarol do Uruguai com 5 títulos cada. Nos últimos cinco anos, o River Plate chegou em três finais e uma semi-final, mostrando todo peso de sua camisa no torneio.

O time comandando pelo ex-jogador Marcelo Gallardo desde 2014 passa por uma de suas mais vitoriosas fases da história e joga contra o Furacão com a vantagem de decidir em casa a vaga nas quartas-de-final.

O time argentino venceu o Banfield na última sexta-feira fora de casa por 0 a 2 e é vice líder da chave C com os mesmos 9 pontos daquela equipe. Devido a Pandemia do COVID-SARS 19, o formato do torneio argentino foi modificado nesta temporada, passando a ser disputado pelas 24 equipes que foram divididas em seis grupos com quatro equipes cada, com os cabeças de chave sendo o Boca Juniors, River Plate, Independiente, Racing, San Lorenzo e Vélez Sarsfield. Os times se enfrentam em ida e volta dentro da própria chave e os dois melhores avançam.

Os 12 classificados se dividem em dois grupos na fase seguinte e jogam em turno único. Os dois melhores de cada chave fazem uma final única. O campeão ganha vaga na Libertadores de 2021.

O rubro-negro e a equipe argentina nunca se enfrentaram pela Libertadores da América até o momento, somente pela Copa Sul-Americana e pela Recopa Sul-Americana, com duas vitórias para o Athletico, um empate e uma vitória para o River Plate.

Athletico e River se enfrentam a partir das 19h15 (horário de Brasilia) no estádio Joaquim Américo, com transmissão do canal Conmebol TV.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Freguês sempre volta…

O jogo de ontem na Baixada merecia torcida. Se não fosse a Pandemia, seguramente teríamos 30 mil pessoas na Arena. O Athetico jogou bem, principalmente…

Fala, Atleticano

O que será amanhã?

Vendo que o Athletico aguarda só o final do Campeonato Brasileiro.. Apesar de ter jogos ainda por realizar, a postura do time nas partidas, diz…

Fala, Atleticano

Acarajé pesado

Fomos para a Bahia, desfalcados enfrentar o time desesperado do Bahia, precisando ganhar para sair um pouco da “fila da Zona”… Fomos com LE improvisado,…