Luiz Feliciano Guimarães

Nome:

 

Luiz Feliciano Guimarães

Gestão:   1929
Resumo:  
Sob seu comando, o Atlético foi Campeão Paranaense invicto, em 1929. Mas sua realização mais importante foi no patrimônio do clube. Em março de 1929, ao lado do então vice-presidente atleticano Hermano Franco Machado, comprou de Carlos Hauer o terreno onde está a Baixada.

Luiz Feliciano Guimarães foi um dos mais importantes presidentes da história do Atlético. Se hoje a Arena encanta a todos e é um dos maiores orgulhos dos atleticanos, há 75 anos o Atlético correu o risco de perder o local, ameaçado de despejo pela família Hauer, proprietária da área. Foi aí que entrou Luiz Feliciano, que adquiriu o terreno e alugou-o ao clube.

De família muito rica, ligada ao café, ele foi o idealizador e primeiro proprietário do Castelo do Batel, em Curitiba. Nasceu em São José da Boa Vista no dia 26 de junho de 1887. Aos 42 anos, assumiu a presidência do Clube Atlético Paranaense.

Sob seu comando, o Atlético foi Campeão Paranaense invicto, em 1929. Mas sua realização mais importante foi no patrimônio do clube. Em março de 1929, ao lado do então vice-presidente atleticano Hermano Franco Machado, comprou de Carlos Hauer o terreno onde está a Baixada. Ao mesmo tempo, utilizou de sua força política junto ao governador Afonso Camargo e conseguiu a doação para o clube de uma área situada na antiga Colônia Argelina, atualmente o bairro Juvevê. Quando o interventor Manoel Ribas decidiu construir na área cedida ao Atlético a Escola de Agronomia, Luiz Feliciano usou de todo seu prestígio e acessos no universo político para conseguir com a maior facilidade permutar as áreas. A solução foi simples: o governo comprou o terreno da Buenos Aires permutando-a com o Atlético pela área do Juvevê. Tudo isso por duzentos e trinta mil contos de réis. Definitivamente, o baixadão, no Água Verde, era do rubro-negro.

 
 
Mais lidas
Últimas Notícias