Joaquim Narciso de Azevedo

Nome:

 

Joaquim Narciso de Azevedo.

Gestão:   1926 e 1930.
Resumo:  
Joaquim Narciso de Azevedo era torcedor do América e foi um dos maiores responsáveis pela fusão com o Internacional, em 1924, dando origem ao Clube Atlético Paranaense. Ao lado de Arcésio Guimarães, comandou o Atlético em seu primeiro ano de vida, ocupando o cargo de vice-presidente.

Um dos fundadores do clube, ao lado de Arnaldo Siqueira e Arcésio Guimarães, Joaquim Narciso de Azevedo participou ativamente da vida do Atlético. Por duas vezes foi o presidente atleticano: em 1926 e 1930.

Na primeira vez que assumiu o Atlético, em 5 de janeiro de 1926, foi muito prestigiado por todos, inclusive pela crônica esportiva da época: “Uma das figuras de maior destaque em nosso mundo desportivo, onde desenvolve sua atividade há uma dezena de anos, é sem dúvida alguma o sr. Joaquim Narciso de Azevedo, que os associados do rubro-negro desejam eleger na presidência do novo grêmio. Esta vontade unânime dos rapazes do Athletico sintetiza um ato de justiça e um reconhecimento profundo pelo muito que Joaquim Azevedo, infatigavelmente, tem feito pelo seu clube” (Gazeta do Povo, 05/01/1926).

Joaquim Narciso de Azevedo era torcedor do América e foi um dos maiores responsáveis pela fusão com o Internacional, em 1924, dando origem ao Clube Atlético Paranaense. Ao lado de Arcésio Guimarães, comandou o Atlético em seu primeiro ano de vida, ocupando o cargo de vice-presidente.

Além de presidir o Atlético, assumiu em dezembro de 1927 o comando da Federação Paranaense de Desportos. Entrou tentando colocar “ordem na casa”, conseguindo atenuar a precária condição da entidade que recebera falida. Em 1928, quando ainda era presidente da FPD, a Seleção Paranaense conquistou o vice-campeonato Brasileiro de Futebol, perdendo para o Rio de Janeiro na final.

Sob o seu comando, o Atlético conquistou o vice-campeonato paranaense de 1926 e o bi-campeonato invicto, em 1930.

 
 
Últimas Notícias