Furacao.com
Notícias

Futebol | segunda-feira, 04 de fevereiro de 2013, 12h20

Furacão estreia com goleada na Marbella Cup

Por: Furacao.com

Foto Destaque

Marcão fez dois gols no primeiro jogo da Marbella Cup [foto: FURACAO.COM/Joka Madruga]

O Atlético goleou o Ludogorets Razgrad por 6 a 2 nesta segunda-feira, na estreia da Marbella Cup 2013. Foi o primeiro jogo do Furacão na pré-temporada da Espanha. A partida foi realizada no Estádio San Pedro, em Marbella, e foi prestigiada por torcedores atleticanos. O alviverde Ludogorets foi campeão búlgaro na temporada passada e é o líder do campeonato atual, que terminará em maio.

O técnico Ricardo Drubscky mandou a campo uma equipe muito parecida com a que terminou o ano passado como titular: Weverton; Daniel, Manoel, Cleberson e Pedro Botelho; Deivid, João Paulo, Elias e Felipe; Marcelo e Marcão. Vale lembrar que o meia Paulo Baier e o atacante Ciro não viajaram para a pré-temporada.

O Ludogorets tomou a iniciativa do jogo nos primeiros minutos. Apesar de ter maior posse de bola, o time búlgaro não chegou a ameaçar a meta de Weverton de forma efetiva. O Atlético teve duas boas chances nos primeiros minutos. Primeiro com Marcão, que perdeu boa oportunidade para abrir o marcador. Aos 10 minutos, Marcelo fez boa jogada pela direita, limpou dois marcadores e chutou forte de esquerda, mas a bola passou por cima da trave.

O nível técnico da partida caiu nos minutos seguintes. O Ludogorets chegou com perigo na área atleticana aos 31 minutos, mas Cleberson desarmou o atacante adversário. O Atlético respondeu com falta cobrada por Elias aos 36, mas o goleiro Stoyanov fez fácil defesa.

As emoções ficaram reservadas para os dez minutos finais da primeira etapa. Aos 37, Cleberson cometeu pênalti ao chegar atrasado na marcação depois de um cruzamento da esquerda. O meia Dyakov cobrou rasteiro no canto direito de Weverton, que saltou bem e fez a defesa, mandando a bola para escanteio.

Refeito do susto, o Furacão deu o troco logo em seguida. Marcelo puxou contra-ataque pela direita e cruzou para a área. O lateral Daniel desviou de cabeça, Felipe matou no peito, invadiu a área e foi derrubado. Pênalti para o Rubro-Negro. Elias bateu no canto direito de Stoyanov, que pulou para o outro lado, e marcou 1 a 0, aos 42 minutos.

Aos 45, Elias lançou Marcão. O atacante invadiu a área e encobriu o goleiro búlgaro com um belo toque para marcar o segundo gol do Atlético.

Goleada atleticana

Com Everton no lugar de Elias e Fernandão no lugar de Marcelo, o Atlético voltou para o segundo tempo mais tranquilo com a vantagem e com maior iniciativa ofensiva.

Logo aos 2 minutos, Felipe roubou uma bola no ataque, deu um drible da vaca no marcador e chutou cruzado. O goleiro quase deixou a bola escapar, mas evitou o gol.

Aos 15, Drubscky trocou Marcelo por Maranhão, que foi contratado no início deste ano.

O Furacão chegou ao terceiro gol com facilidade aos 17 minutos, numa belíssima jogada de Pedro Botelho. Ele tocou de calcanhar para Everton e recebeu na frente do goleiro. O lateral tocou no canto com tranquilidade.

A diferença técnica entre as equipes ficou evidente. Marcão fez uma grande jogada individual, driblou dois zagueiros e tocou na saída do goleiro, marcando o quarto gol do Atlético aos 18 minutos do segundo tempo.

Mesmo com os gritos do técnico Ricardo Drubscky para os jogadores não diminuírem o ritmo, a equipe acabou relaxando.

Aos 26, o brasileiro Juninho Quixadá, que havia entrado no segundo tempo, aproveitou um rebote e descontou para os alviverdes.

Já no minuto seguinte, o Atlético teve a chance de chegar ao quinto, quando Marcão ficou cara a cara com o goleiro, mas chutou fraco.

Com o uruguaio Ligüera em campo no lugar de Felipe, a jogada de escanteio do Atlético ficou muito forte e o time fez dois gols assim.

Aos 27, Ligüera cobrou escanteio da direita e o zagueiro búlgaro Kostadinov, ao tentar cortar, cabeceou para o fundo da própria meta. Aos 32, Ligüera bateu escanteio da esquerda e o capitão Manoel cabeceou para fazer o sexto gol.

Com a vitória assegurada, Drubscky mandou a campo outros reservas: Luiz Alberto, Derley, Éderson, Léo Pereira, Jean Felipe e Bruno Rossetto.

Aos 39 do segundo, o time búlgaro fez uma bela jogada e conseguiu descontar. Mais uma vez, o brasileiro Juninho Quixadá foi o autor do gol, depois de dar um lindo drible em João Paulo.

Nos minutos finais, o Atlético voltou a controlar a partida, aguardando o apito final do árbitro exatamente aos 45 minutos.

Facebook  

Matéria do site Furacao.com:
http://www.furacao.com/materia.php?cod=41291

© Furacao.com. Todos os direitos reservados. Reprodução permitida desde que citada a fonte.

Desde 1996 - Furacao.com - Site 100% não oficial - Agência Active