Furacao.com
Notícias

Brasileiro | quarta-feira, 30 de agosto de 2017, 18h50

Clássico com cerveja!

Por: Thays Kloss (Furacao.com)

Foto Destaque

Torcida pedia a liberação há tempos. [foto: PRON]

Vetada em 2008, a comercialização de cerveja e chope em estádios e arenas esportivas foi aprovada na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) na terça-feira (29). Foram 24 votos a favor, 20 contrários e duas abstenções.

O projeto de lei nº 50/2017 foi aprovado em segundo turno na sessão plenária com duas emendas, a primeira determina que as bebidas só poderão ser vendidas e entregues em copos plásticos descartáveis, podendo ser usados copos promocionais de plástico ou de papel. A segunda define que o comércio deverá acontecer somente em pontos fixos e dentro do local esportivo, será proibido que as pessoas entrem no estádio com bebidas. O torcedor que desobedecer ou causar tumulto, não poderá entrar e será afastado do local.

A comercialização das bebidas será autorizada desde a abertura dos portões para o acesso do público até o término do evento. Os locais de venda deverão ter avisos de proibição aos menos de 18 anos e contra o exagero. Os alertas devem ser veiculados nos telões também, e quem desrespeitar será multado em um salário mínimo (R$ 937,00). Há também a possibilidade de que 20% das cervejas sejam artesanais e de origem paranaense. O projeto de lei ainda cita a Champions League e a Copa de 2014 como exemplos de eventos onde a cerveja é autorizada e que o resultado é positivo. Também diz que os clubes e organizadores dos eventos serão responsáveis pela gestão comercial.

A dupla Atletiba esteve ativa durante o projeto e participou das discussões. A Federação Paranaense de Futebol (FPF) também se mostrou a favor, mas o Ministério Público (MP-PR) e a Delegacia Móvel de Atendimento ao Futebol e Eventos da Polícia Civil do Paraná (Demafe) foram contra, alegando que seria um incentivo à violência.

Os deputados que assinaram o texto foram: Luiz Claudio Romanelli (PSB), Alexandre Curi (PSB), Stephanes Junior (PSB), Ademir Bier (PMDB), Pedro Lupion (DEM), Marcio Pauliki (PDT), Tiago Amaral (PSB), Fernando Scanavaca (PDT), Marcio Nunes (PSD), Nelson Justus (DEM) e Anibelli Neto (PMDB).

No Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Goiás, Espírito Santo, Bahia e Rio Grande do Norte, a cerveja é liberada. O Ceará também está em processo.

Facebook  

Matéria do site Furacao.com:
http://www.furacao.com/materia.php?cod=49245

© Furacao.com. Todos os direitos reservados. Reprodução permitida desde que citada a fonte.

Desde 1996 - Furacao.com - Site 100% não oficial - Agência Active