Furacao.com
Notícias

Brasileiro | domingo, 01 de outubro de 2017, 22h01

"Mais deméritos nossos que méritos deles", diz Fabiano

Por: Thays Kloss (Furacao.com)

Foto Destaque

O técnico ainda disse não estar preocupado com a tabela. [foto: FURACAO.COM/Joka Madruga]

Após a derrota por 2 a 0 para o Atlético-MG neste domingo (01), na Arena, o técnico Fabiano Soares comentou a partida em entrevista coletiva. Para ele, os erros do Furacão foram o que fizeram o rival vencer e reconheceu que há problemas na equipe que ele precisa solucionar. "Não estivemos vivos, os gols foram mais deméritos nossos que méritos deles e quando é assim, se perde. Temos que melhorar. Hoje era pra ser 0 a 0, o Atlético Mineiro jogando um antijogo, parando muitas jogadas e nós tentando, mas sem claridade. Tivemos chances que o goleiro parou e isso é mérito deles, mas não foi um jogo fluído porque a outra equipe não quis jogar também", criticou.

O comandante fez uma análise da partida e não escondeu que os jogadores precisam treinar mais, principalmente em jogadas com bola parada. "Na primeira parte chegamos, mas sem claridade. Criamos sensações de perigo, mas o problema é que mais uma vez não somos competitivos nessas bolas paradas e tomamos o gol. Na segunda parte tentamos, o goleiro deles parou bolas difíceis e no final tivemos um erro pontual e eles com os jogadores que têm conseguiram marcar. O jogo quem colocou foi o Atlético Paranaense, mas não foi o suficiente pra perfurar a defesa deles", pontuou.

Por muitas vezes Fabiano ainda afirmou que precisa consertar muitas coisas na equipe que não podia falar "publicamente", assim como não quis comentar a situação da diretoria com a torcida, mas agradeceu o incentivo que o torcedor deu ao time mesmo com a derrota. Além disso, o treinador explicou as mudanças na equipe devido a problemas físicos e que esse tem sido seu grande desafio no Furacão. A entrada de Gedoz, por exemplo, teria sido um pedido do próprio jogador que não aguenta jogar os 90 minutos e Fabiano optou por usá-lo apenas na segunda etapa. Nikão, Paulo André, Lucho González e outros jogadores que não apareceram também tiveram seus problemas físicos. "Algumas vezes por problemas físicos tem alguns jogadores que não tem como repetir a escalação. Os que não tiveram aqui, é por algum motivo. Problema de grupo rachado não existe, somos uma família, estou muito contente com isso. Mais que trabalhar, temos que tentar recuperar os jogadores que não estão treinando e formar uma equipe forte, com uma proposta de trabalho com esses jogadores mais experientes, para a gente tentar vencer o adversário. É sempre bom treinamento quando tem todos os jogadores, mas desde que cheguei aqui tem sempre dois ou três jogadores com problemas físicos que não podem treinar, mas são circunstâncias da vida", desabafou.

Ainda sobre contusões, o técnico acalmou a torcida ao dizer que Ribamar só teve uma cãibra devido ao cansaço, mas nada grave. Já sobre a situação na tabela, Fabiano garante não estar preocupado com as zonas de classificação para a Libertadores ou a de rebaixamento. "Preocupação tenho de não ganhar. O Atlético tem que ganhar sempre e quem tiver na zona de conforto vai se complicar na vida. A gente tem que melhorar, fluir mais os jogos. Contra essas equipes ter mais tranquilidade e ser mais atentos para não deixar marcar em bolas paradas e que levem pontos daqui. Mas eu tenho que solucionar meus problemas jogo a jogo e no final fazer o balanço se somos merecedores ou não, mas não estou pensando lá embaixo ou em cima", garantiu.

Facebook  

Matéria do site Furacao.com:
http://www.furacao.com/materia.php?cod=49289

Materias Relacionadas - 01/10/2017 - Brasileiro - Partida marca início da cerveja nos estádios
- 01/10/2017 - Brasileiro - Jogo dos erros

© Furacao.com. Todos os direitos reservados. Reprodução permitida desde que citada a fonte.

Últimas Notícias
Desde 1996 - Furacao.com - Site 100% não oficial - Agência Active