4 jun 2001 - 17h03

O novo, o velho e bom gostinho de ser campeão

O meia Kleberson é um dos três jogadores que estavam na equipe campeã em 2000. O zagueiro Igor ingressou na equipe principal este ano. A semelhança eles?? A vibração. A alegria. A paixão pelo rubro-negro. “Pra mim foi uma conquista muito grande, porque tive que trabalhar pesado e mostrar a cada jogo para todos que tenho condição de ser titular. É um mérito muito grande. Colocamos o coração na chuteira e acreditamos do começo ao fim de que tínhamos condições de levar o titulo.”, disse Igor. Kleberson, titular absoluto, valorizou a conquista da mesma maneira. “Essa final foi muito empolgante para ambas as equipes. Nossa equipe soube suportar a pressão do Paraná soubemos jogar pela vantagem e conseguimos o resultado.”.



Últimas Notícias