12 nov 2001 - 18h03

Desfalques continuam sendo o maior problema

O treinador Geninho continua com o mesmo problema das partidas anteriores para escalar o Atlético. Para o jogo contra o Sport serão quatro os desfalques.

“Em um campeonato difícil e longo como o Brasileiro é natural as contusões e os cartões. Temos que torcer para que os jogadores substitutos possam fazer uma boa partida”, explicou o técnico rubro-negro.

No setor defensivo, o zagueiro Rogério Corrêa deixa o lugar para Gustavo. Na derrota para o Juventude, Rogério foi substituído por Daniel após sentir dores na coxa direita. O jogador foi submetido a um exame de ressonância magnética que constatou uma contratura no local. O jogador já iniciou o tratamento visando a participação na partida contra o Gama no domingo, dia 18.

No meio campo dois são os desfalques, Souza e Kléberson. O primeiro não participou do jogo em Caxias do Sul e deve ficar mais 10 dias em tratamento devido a um estiramento na parte posterior da coxa direita. Adriano continua vestindo a camisa número oito.

O grande desfalque atleticano será o meia Kléberson que cumprirá suspensão automática. Será o primeiro jogo em que o jogador ficará de fora. Sem contar a última partida em que foi expulso, Kléberson participou integralmente dos 22 jogos do Atlético no Campeonato Brasileiro.

Rodrigo será o responsável em ocupar a vaga. O jogador atuou em nove partidas do rubro-negro, o que fatalmente pesou na escolha do treinador. Outro ponto a favor do jogador é a semelhança de características com Kléberson. Além de sair jogando, Rodrigo ajuda na marcação não deixando o setor defensivo sobrecarregado.

“Na minha opinião vou substituir um dos melhores jogadores do Atlético. Vou fazer o máximo possível para ajudar o time a vencer”, disse o meia.

Quem encerra a lista de desfalques atleticanos é o lateral-direito Alessandro. O jogador está à disposição da Seleção Brasileira. Rogério Souza continua no time.



Últimas Notícias

Brasileiro

Desastre aéreo no Maracanã

O Athletico foi massacrado pelo Flamengo, que impôs 5 a 0, ao natural, nesse domingo(14), diante de 62 mil pessoas, no Maracanã, pela 22ª rodada…

Libertadores

Vamos, oh meu Furacão

Os pouco mais de 1.800 km que separam Curitiba de La Plata começaram a ser enfrentados por centenas de atleticanos desde o último fim de…