19 dez 2001 - 23h01

Atlético será ofensivo mesmo com as vantagens

A vitória no primeiro jogo da decisão contra o São Caetano pelo placar de 4 a 2 inverteu para a equipe rubro-negra a vantagem que antes era do adversário. O resultado garante para o Atlético o direito de empatar ou até mesmo perder pela diferença de um gol que será a campeão Brasileiro de 2001. Porém, mesmo podendo jogar com o “regulamento embaixo do braço”, nem o técnico Geninho, nem os jogadores pensam em administrar o resultado.

“O Atlético é um time que sempre vai jogar para frente, independente de onde esteja atuando. A vantagem que nós adquirimos com o resultado da primeira partida é muito boa, porém o nosso time não sabe jogar recuado”, afirmou o capitão Nem.

Para o atacante Alex Mineiro, autor de três gols na vitória e grande responsável pela vantagem, a partida decisiva será semelhante a do último domingo. O elenco Atleticano sabe da importância deste título para o clube e para realização pessoal de cada jogador.

“Será um jogo a exemplo do que foi o primeiro; disputado e cheio de gols. As duas equipes jogam para frente procurando marcar”, disse Alex.

O técnico Geninho é outro que pensa da mesma forma. O treinador rubro-negro sabe da capacidade do adversário, principalmente do treinador Jair Picerni. Geninho espera que os jogadores do Atlético entrem em campo com a mesma determinação e vontade do primeiro jogo para realizarem uma partida tão boa quanto domingo passado.

“Não vou mudar nada nessa semana decisiva. Os treinamentos serão os mesmos e a forma de jogar será a mesma que foi estabelecida ao longo da competição”, disse Geninho.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

O que já sabíamos!

“Já se sabe que foi um erro o que aconteceu, os amistosos não terem acontecido, e não ter disputado o Estadual porque a preparação ficou…