13 fev 2002 - 10h59

“O carnaval virou uma cinza. Viva o futebol”.

Enfim o ano começa. Será mesmo? Sinceramente, acho que foi-se o tempo que o Brasil começava a girar depois das folias de momo. Hoje tudo ficou tão marginalizado que nem mesmo o carnaval no litoral dá pra se agüentar. São muitos ‘tipos’, ‘figuras’ que só estragam a festa.

E o que falar das festas da Capital? Dá pena de ver os desfiles da Cândido de Abreu. Até mesmo os clubes estão encerrando as atividades. O Santa Mônica, o Paraná, o Thalia e o Literário se não acabaram com as matinês e os bailes noturnos, diminuíram a cota e se perderam no caminho.

O carnaval não é mais o mesmo. Ainda bem que hoje tem um clássico pra gente se distrair. Não vou reclamar dos dirigentes que marcaram várias partidas para essa quarta-feira de cinzas. No fundo, no fundo, eles tem razão. Afinal, ninguém é mais o mesmo.

Sérgio Tavares Filho
Jornalista e integrante da Equipe Furacao.com
sergio@furacao.com



Últimas Notícias