28 fev 2002 - 10h02

“O show tem que continuar”

O problema é fora de campo. Você sabe quem é o presidente do Atlético? E o diretor de futebol? Difícil pergunta. O rubro-negro virou a terra de ninguém. É a velha história de que todos mandam e no fim ninguém faz nada. Se o resultado não aparece, a culpa é ‘dele’. Mas dele quem? Não sei. Têm tantos ‘dele’ na Baixada que fica difícil colocar ordem.

Parece que o dever já foi cumprido. Ganhou-se um título nacional, igualamo-nos aos coxas e colocamos a estrela no peito. Será que é só isso que queremos da vida?

Cadê a ousadia do Petraglia, as palavras inteligentes do Adur, o idealismo do Fornéa? Onde estão todos? O Atlético é muito mais do que um simples bordado dourado no peito.

Não estou pedindo prestação de contas. Estou pedindo, apenas, que o trabalho prossiga.

Sérgio Tavares Filho
Jornalista e integrante da Equipe Furacao.com

stavaresfilho@uol.com.br



Últimas Notícias

Opinião

Passo a passo

O mundo anda acelerado demais. Era um processo que já vínhamos passando mas parece que se acelerou no período pós pandemia, pois todo mundo parece…