7 mar 2002 - 11h37

Zimermann comenta saída de Petraglia

“É o fim de uma era”. Foi assim que Valmor Zimermann resumiu a saída do coordenador de marketing e eterno presidente do clube, Mário Celso Petraglia. Segundo Valmor, Petraglia saiu contra a vontade de sua própria família, que é fanática pelo clube e insistiu para que ele continuasse.

Valmor revelou que Petraglia saiu do clube, mas não definitivamente, pois “como todo atleticano, ele não consegue se afastar totalmente do time. Mas se ele vir algum problema no grupo pode voltar”.

Para Zimermann, esse não foi o momento ideal para a saída de Petraglia, mas toda a cúpula atleticana aceitou o pedido, feito na noite de segunda-feira, através de uma carta, na reunião dos dirigentes para acertar as bases da próxima eleição do clube, marcada para o próximo dia 25, um dia antes do aniversário de 78 anos do clube. As chapas ainda estão indefinidas e nenhum nome foi indicado.

Zimermann disse estar tranqüilo sobre o futuro do clube, pois “tem muito torcedor do Atlético que deseja assumir a parte administrativa” e espera que a filosofia de crescimento do clube continue. Valmor Zimermann aproveitou para relembrar que também deixará o clube, após o término do mandato da atual diretoria. “São quase 29 anos de dedicação ao Atlético. É hora de parar”, disse o dirigente que presidiu o clube em 84. “Toda vez que eu trabalhei no Atlético, fui convidado. Mas agora não tem volta, vou sair mesmo”, finalizou.



Últimas Notícias