29 mar 2002 - 17h21

HORA DE LEVANTAR A CABEÇA

Depois de ser eliminado na Libertadores da América, o Atlético voltou-se completamente para a Copa Sul-Minas. A equipe é vice-líder da competição e precisa de quatro pontos em três jogos para garantir matematicamente a classificação para a próxima fase.

Como todo o elenco só pensa na reabilitação, o Tubarão é quem irá pagar pelo estrago causado pelo América de Cali. O volante Cocito, muito criticado pelas expulsões nesta temporada, espera reverter a imagem perante a torcida com uma boa atuação na próxima quarta-feira. “O time precisa manter a boa colocação para lutar pela classificação”, declarou ele.

O técnico Geninho (foto), triste com a derrota na Colômbia, reafirmou que este sentimento não pode ser decisivo para realizar alterações no time. Segundo ele, o Atlético vinha jogando bem e não pode colocar tudo a perder em função de um jogo. “Eu não vou mudar a equipe. O time vinha de sete resultados bons antes da derrota na Libertadores”, disse ele.

Geninho ressaltou que o time terá cerca de cinco dias para treinar e ficar preparado para o jogo contra o Tubarão. “A desclassificação na Copa Libertadores vai dar mais tempo para o time treinar. O ritmo estava bastante forte e agora poderemos trabalhar melhor para conquistar os pontos que faltam na Copa Sul-Minas”, disse ele.

A expectativa do time é que a derrota contra o América não seja desastrosa a tal ponto de comprometer a classificação do clube na Sul-Minas. Assim, espera-se que toda a lição seja tirada do último jogo, mas que os atletas levantem a cabeça e voltem a atuar com a dignidade de campeões brasileiros.



Últimas Notícias