26 abr 2002 - 19h04

Atlético será o patrono de campanha antidroga

O Clube Atlético Paranaense foi escolhido pelo CONEN – Conselho Nacional de Entorpecentes/Regional Paraná – para ser o patrono do programa “Atleta Cidadão”.O convite partiu da presidente do conselho, Anita Zippin, responsável pela implantação do programa no estado do Paraná. O programa tem como objetivo a conscientização do perigo das drogas na vida do cidadão.

O Atlético foi escolhido para fazer parte desta ação graças a sua infra-estrutura exemplar tanto na parte física, moral e técnica. Segunda Anita, o rubro-negro paranaense é uma instituição muita bem organizada, estruturada e que nunca esteve envolvida e escândalos.

“O Atlético é uma instituição esportiva exemplar e que deve servir de exemplo tanto no estado do Paraná como no resto do país”, afirmou a presidente do CONEN.

O programa terá início no estado do Paraná e depois tomará dimensões nacionais. A proposta é implantar o “Atleta Cidadão” dentro de vários clubes de futebol. No Atlético já existe a agenda de vários cursos, palestras e seminários para conscientizar os jogadores, familiares e funcionários da necessidade de dizer não as drogas.

O segundo passo do programa será usar os jogadores como ícones para que a ação chegue até os torcedores. Os atletas participarão de campanhas antidrogas apresentadas na televisão, rádio e jornais da região. Para o elenco atleticano, a campanha é uma forma de prevenir que jovens deixem o esporte para entrarem no mundo das drogas.

“Uma campanha como essa é muito importante para todos os cidadãos. É uma forma de conscientizar as pessoas que a droga é uma coisa muito ruim e que pode estragar com a vida”, disse Kleberson.

Na partida contra o Grêmio no próximo sábado, dia 27, os jogadores rubro-negros vão entrar em campo vestindo uma camisa sobre o uniforme de jogo com a frase “Perto do esporte, longe das drogas”. Também será estendida uma faixa com o mesmo dizer no muro oposto as arquibancadas da Arena.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Atlético Paranaense



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…