29 abr 2002 - 9h58

Tite mandou bater em Adauto

Além de perder a vaga para a final da Copa Sul-Minas, o técnico do Grêmio,
Tite, parece ter perdido a cabeça e o bom senso. Minutos antes do atacante
Adauto – maior carrasco dos gremistas na goleada por 5 a 1 no Olímpico –
entrar em campo, o treinador adversário pediu para que Fernando entrasse
firme no atleticano. “O Fernando avisou para o zagueiro que o Tite mandou
chegar no 18. Um tempo depois, o Hernandez me deu um murro na nuca sem
bola”, relatou Adauto, que ficou com a nuca inchada. Tite reagiu às
acusações do atleta, dizendo que pediu para que seu time “chegasse junto
nele”.

Porém, a falta de profissionalismo de Tite não parou por aí. No final do
jogo, o treinador do Grêmio partiu para ofensas verbais contra Adauto. “Com
esse aí, não tem conversa”, disparou o treinador.

Segundo Adauto, a revolta de Tite tem um motivo: a camiseta que o atacante
atleticano usou na primeira partida com a frase “Eu já sabia”. Mas ele
explicou: “A camiseta mostrava apenas a certeza de que eu entraria em campo
e marcaria um gol. Parece que ele não entendeu o que a frase significava”.

Tite ainda provocou o jogador, dizendo para ele prever como será os jogos da
final da competição. “Eu quero ver se ele já sabe, agora na final, qual vai
ser o resultado, e avise o seu técnico e a sua direção o que vai acontecer
no jogo”, confirmou Tite, após a partida. O gremista aproveitou também para
ironizar a desclassificação precoce do Atlético na Libertadores. “Se ele já
sabia, porque não avisou o pessoal do Atlético sobre o que iria acontecer
nessa competição?”.

Após todos esses acontecimentos, Tite provou ser descontrolado e pior, um
treinador que não sabe perder.



Últimas Notícias

Notícias

Raio X: Penarol

Retrospecto, Nikão e bola na rede. Essas são as apostas do Furacão para garantir vaga na final da Sulamericana 2021. O Athletico é o único…