30 maio 2002 - 18h58

Arbitragem paranaense é confusa novamente

Mesmo não comprometendo o resultado, o árbitro Francisco Carlos Vieira não deu um pênalti para o Paraná e anulou um gol legítimo de Adauto, auxiliado por um bandeirinha que sinalizava antes dos lances serem definidos.

Já no aspecto disciplinar, Carlão conseguiu controlar a partida, dando cartões na hora certa e não precisando expulsar ninguém.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…