15 jul 2002 - 12h10

Opinião: “jogado no lixo”

Depois os paulistas e cariocas não dão bola e a gente fica brabo. E o pior é que eles têm razão. Para que ceder minutos importantes nas televisões falando do Atlético? Infelizmente é desnecessário. Ninguém quer mais saber quem é Alex Mineiro ou Kléber. Poucos sabem da existência do lateral Fabiano e quase ninguém ouviu falar de Dagoberto.

A Arena da Baixada, o CT do Caju e o título brasileiro já não são notícias. Quem se interessa por futebol sabe que a estrutura é de primeiro mundo e blá-blá-blá… ultimamente os trinta segundos que a rede nacional tem ofertado ao rubro-negro são para mostrar os vexames no nordeste. E só. Pra que mais? E depois a gente fica brabo.

Parece que os velhos tempos voltaram: começamos a torcer mais pela desgraça dos “coxas” do que pelo próprio êxito. Não me importo com eles. Quero um Atlético forte e vencedor. Quero profissionais que cobrem dos atletas por resultados, quero o fim do paternalismo, quero voltar a vencer. Quem sabe assim voltemos a emplacar vts de dois minutos mostrando tudo de bom que temos para ofertar.

Sérgio Tavares Filho
Jornalista e integrante da Equipe Furacao.com
sergio@furacao.com



Últimas Notícias

Opinião

PlaneJUMENTO

Antes de tudo, dar os devidos créditos ao @fabiangarrett93 que cunhou tal termo no Twitter sendo de uma felicidade incrível pois ilustra perfeitamente aquilo que…