14 ago 2002 - 23h13

O FURACÃO VOLTOU

Quem foi à Arena da Baixada viu um show vermelho e preto. O Atlético Paranaense reencontrou o futebol e goleou o Bahia pelo placar de 4-0. Com o resultado o Furacão apagou a má estréia no Campeonato Brasileiro quando perdeu para o Guarani, em Campinas.

O jogo foi todo do Atlético. Logo no primeiro minuto a equipe teve um escanteio a seu favor. Aos sete, Dagoberto cabeceou sozinho na área mas a bola acabou subindo demais. Enquanto o rubro-negro pressionava, o time baiano parava com faltas violentas o atual Campeão Brasileiro. Apesar de criar muitas oportunidades, o Atlético não conseguia finalizar com sucesso e o primeiro gol só saiu nos acréscimos. Numa jogada pela esquerda, Fabiano chutou forte, a bola desviou na zaga e passou pelo goleiro Émerson.

No segundo tempo o técnico Valdir Espinosa ajeitou a equipe, liberou mais os laterais e fez com que as bolas sempre passassem ora por Preto – que teve uma excelente estréia – ora pelo pentacampeão Kleberson. Aos 10 minutos, Dagoberto fez um dos gols mais bonitos do Campeonato Brasileiro. Ele driblou vários jogadores baianos e, com ousadia, chutou forte. A torcida atleticana fez a festa na Baixada.

Na seqüência o técnico Bobô substituiu Alan por Carlinhos, abrindo um espaço no meio-campo e facilitando as coisas para o Furacão. A partir dos 25 minutos, o Bahia não chegou mais nenhuma vez com perigo ao gol de Adriano Basso. Já o Atlético era todo ataque tanto que aos 36 minutos o lateral esquerdo Fabiano fez mais um, aproveitando um rebote dentro da área.

Antes do gol, Valdir Espinosa tirou Kleberson para a entrada de Rodrigo, que veio a marcar o quarto gol do Atlético aos 48′. O próximo jogo do Atlético está marcado para o próximo sábado, contra o Vasco – que nesta quarta perdeu para o Grêmio por 3-2 no Olímpico.

Ficha Técnica

ATLÉTICO-PR 4 X 0 BAHIA

Atlético-PR
Adriano Basso, Alessandro, Igor, Rogério Corrêa e Fabiano; Allan Bahia, Preto (Rogério Souza), Kléberson (Rodrigo) e Adriano; Dagoberto e Kléber.
Técnico: Valdir Espinosa

Bahia
Émerson, Daniel (Mantena), Marcelo Souza, Selmo Lima e Chiquinho; Ramalho, Carlinhos (Alan), Bebeto Campos e Janílson (Ney Fabiano); Nonato e Róbson.
Técnico: Bobô

Data: 14/8, quarta-feira
Local: Arena da Baixada, em Curitiba
Arbitragem: Cléber Welington Abade (SP)
Cartões amarelos: Preto, Adriano e Alessandro (A); Ramalho, Róbson, Carlinhos, Alan (B)
Gols: Fabiano, aos 46 min do 1º tempo; Dagoberto, aos 10 min, Fabiano, aos 36, e Rodrigo, aos 47 min do 2º tempo.

Veja aqui como foi a transmissão on-line da Furacao.com

Foto da capa: Tudo Paraná



Últimas Notícias

Libertadores

Hoje é um novo dia…..

…. de um novo tempo/que começou Nesses novos dias/as alegrias/ serão de todos/é só querer. Esses nossos sonhos/ serão verdade o futuro já começou.  …

Fala, Atleticano

Mais do mesmo

Não consigo ver futuro no futebol que o meu time está praticando. Ou seja, não está jogando nada já faz um bom tempo. Vejamos: zagueiro…

Fala, Atleticano

Reflexões…

Após a Derrota contra o Fluminense… Nosso “DT” Felipão, implorou pelo apoio da torcida no jogo de quarta, pois é “vida ou morte”… O Atlhetico…

Fala, Atleticano

Nunca foi unanimidade

Nunca ele foi unanimidade perante a torcida do CAP, o “queridinho” do Petraglia, só conseguiu um destaque em 2018, sob a batuta do Thiago Nunes,…

Fala, Atleticano

Quatro derrotas, já deu!

No início desta temporada, foi informado à Nação Rubro Negra, que à prioridade era o Campeonato Brasileiro. Já passou, seis rodadas, vencemos duas sem convencer…