O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
15 ago 2002 - 9h53

No meio da semana, o começo

Foi numa dessas noites em que tudo dá certo, que o ex-craque do Bahia mostrou o que é que o paranaense tem.
Preto, o mais novo reforço do Furacão agora é Preto e Vermelho; tem nas marcas do coração a nova paixão que enlouquece e contagia.

Toque refinado, atenção na marcação e muita raça, que é o que todo
atleticano gosta. Nascido em Cascavel mas batizado pela fama na Bahia, com
passagens marcantes pelos dois grandes times da boa terra, Carlos Eduardo
Casagrande, o Preto, tem a pele branca e justifica o apelido com as
brincadeiras que seus parentes faziam quando era criança e já batia uma
bolinha redonda na capital do oeste do Paraná; por ser um pouquinho mais
escuro que os primos e coleguinhas começou a ser chamado de Preto, que virou
Preto; do Brasil para a europa, onde atuou no Vitória de Guimarães.

Agora
está na Arena, onde os grandes espetáculos acontecem. Foi saudado pela massa
em noite de gala do time, da torcida e dele, especialmente.
Dado como impossibilitado para voltar ao futebol, logo no início da
carreira, quando ainda defendia o Vasco no Rio, por causa de uma hepatite,
Preto nunca desistiu. Foi à luta, como é sua característica e também uma
marca dos Casagrande; gente amiga, que chora e ri ao mesmo tempo, mas não
perde a alegria pela vida; e nem pelo futebol.

Somos amigos, não nego…mas
não escrevo por causa dos laços que unem quem torce pelo sucesso do
companheiro. Escrevo porque sei como o furacão faz vibrar as estruturas mais
gélidas e quebra com canto e paixão toda descrença na vitória. Escrevo
porque sei como o Campeão Brasileiro vive intensamente a emoção da bola na
rede; e agora continua forte.

Espinosa, Kleberson, Kléber e um elenco de
primeira; onde se encaixa perfeitamente o Preto que é branco e é
preto/vermelho; é furacão.
Neste meio de semana foi o começo, mas muitas semanas virão, muitas
vitórias e tudo o que quem trabalha com dignidade merece; e esta camisa é um
manto perfeito para quem é gente de verdade.

Que Deus te abençoe, amigo; a torcida que te recebe de braços abertos
saiba que os teus amigos te abraçam com força e fé.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…