23 ago 2002 - 16h09

Petraglia garante que pagamentos estão em dia

O Atlético não deve atender à convocação da Delegacia Regional do Ministério do Trabalho para a mesa-redonda, marcada para às 14h de hoje, com o Sindicato dos Atletas Profissionais do Paraná (Sindiatleta). Junto a sete clubes do interior paranaense, o rubro-negro foi chamado para discutir o pagamento de salários e encargos trabalhistas aos seus atletas.

A convocação do rubro-negro deveu-se à ausência de representantes do clube na reunião realizada em 30 de julho com o Sindiatleta. Paraná, Coritiba e Malutrom participaram deste primeiro encontro e comprometeram-se a quitar as dívidas referentes a FGTS, direito de arena e contribuição sindical de forma parcelada. O presidente Mário Celso Petraglia disse que o Atlético não foi informado sobre a reunião de hoje e que “não deve satisfações ao sindicato”. “Graças a Deus não devemos nada aos nossos jogadores”, afirmou Petraglia. Segundo o dirigente, as pendências referentes ao direito de imagem, que ele assumiu publicamente há um mês, já estão quitadas.

O sindicato resolveu chamar ainda sete integrantes da 1º divisão do Paraná: Londrina, Grêmio Maringá, Iraty, Prudentópolis, União Bandeirante e Rio Branco. De acordo com a entidade classista, os clubes do interior foram alvo de denúncias de irregularidades como falta de registro em carteira profissional, atraso no pagamento de salários, não recolhimento de encargos como FGTS e direito de arena, entre outros.

Fonte: Jornal do Estado



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…