29 ago 2002 - 0h23

Veja como será o calendário do futebol em 2003

Formada por dirigentes de seis clube das Séries A e B (Flamengo, Fluminense, São Paulo, Santos, Atlético-PR e Sport), uma comissão do Clube dos 13 se reuniu com representantes da TV Globo, na sede do Flamengo, na Gávea, para discutir questões referentes às cotas de televisionamento para as competições que serão disputadas no ano que vem.

De acordo com o calendário proposto pela CBF, os campeonatos estaduais seriam realizados em 12 datas e o Brasileiro, em oito meses.

Uma nova reunião, para que tudo seja definido será realizada nesta sexta às 11h, novamente na Gávea, com a participação de dirigentes de todos os integrantes do Clube dos 13.

Ficou acordado com os representantes da Globo que as cotas serão parceladas em 12 vezes em 2003.

Os clubes pertencentes ao Clube dos 13 foram divididos em três grupos com os seguintes valorem a serem recebidos no total por ano: Grupo A (Flamengo, Vasco, Palmeiras, São Paulo e Corinthians – R$ 15,4 milhões), Grupo B (Fluminense, Botafogo, Santos, Atlético-MG, Cruzeiro, Internacional e Grêmio – R$ 11,7 milhões) e Grupo C (Portuguesa, Goiás, Vitória, Sport, Atlético-PR, Guarani e Coritiba – R$ 8 milhões).

Já o Bahia, por ser considerado um caso especial, não ficará em nenhum dos grupo e receberá R$ 9,7 milhões.

Participaram do encontro, Gilberto Cardoso Filho (Flamengo), David Fischel (Fluminense), Marcelo Teixeira (Santos), Fernando Pessoa (Sport), Mário Celso Petraglia (Atlético-PR), Juvenal Juvêncio (São Paulo), além dos representantes da Globo, Marcelo Campos Pinto, Telmo Zanini e Júlio Moriz.

Após a reunião, Gilberto Cardoso Filho concedeu entrevista coletiva, na qual comentou que as cotas a que os clubes terão direito não serão as ideais.

“Tem muita coisa para rolar ainda. Os clubes queriam mais, mas dentro das circunstâncias atuais, acabou sendo satisfatório”, afirmou o presidente do Flamengo.

Já o dirigente são-paulino Juvenal Juvêncio alfinetou o calendário apresentado pela CBF que, segundo ele inviabilizam a realização dos campeonatos estaduais.

“Estão tirando um regional próspero, para a volta de um estadual. Mas não há como fazer um estadual em 12 datas. Nossa cruzada é árdua”, disse.

Com o calendário da CBF, o Brasileiro do ano que vem seria disputado entre os dias 30 de março e 14 de dezembro. Já os estaduais, entre 26 de janeiro e 23 de março. A Copa do Brasil aconteceria de 12 de fevereiro a 14 de maio.

Com relação aos torneios continentais, a Copa Libertadores está marcada para o primeiro semestre com a participação de quatro brasileiros. No segundo semestre será a vez da Copa Pan-Americana, que contará com seis equipes brasileiras.

Fonte: UOL



Últimas Notícias

Opinião

Se fosse simples….

…qualquer um faria! Hoje, com o advento maciço da internet, todo mundo é chef, todo mundo é coaching, todo mundo é tudo! Basta ver uma…