5 set 2002 - 0h10

Kléber para Deus: “Por quê”?

O artilheiro Kléber passou a noite em branco. Ele fez de tudo: cabeceou, deu importantes passes, chutou duas bolas na trave e chegou até a conversar com Deus.

Num dos chutes que pegou na trave de Carlos Germano, Kléber olhou para cima, abriu os braços e ficou perguntando para cima: “Por quê?”

Deixe, Kléber. Fortes emoções ainda estão por vir e a torcida atleticana confia em você.



Últimas Notícias

Brasileirão A1

Até empatar!

Pela nona rodada do Brasileirão, na Baixada, Athletico 1 x 1 Anderson Daronco. Como já esperado, o jogo seria bastante brigado e equilibrado. O desequilíbrio…

Brasileirão A1

Pra espantar a zica

Pela oitava rodada do Brasileirão, na Baixada, Athletico 3 x 1 Criciúma. Precisando se recuperar das últimas péssimas atuações, o Athletico foi a campo pressionado.…

Opinião

O paradoxo de Cuca

Há motivos para se gostar de Cuca, não necessariamente pelo o que tem feito aqui, mas pelo seu histórico vencedor, estando claramente na prateleira de…

Brasileirão A1

Mais do mesmo…

Pela sétima rodada do Brasileirão, no Presidente Vargas, Fortaleza 1 x 0 Athletico. Se a dificuldade técnica do time do Athletico já era esperada para…