11 set 2002 - 11h03

Opinião: “osso duro de roer”

Lá vai o Atlético enfrentar mais um perigoso adversário fora de casa (perigoso principalmente pela histórica ajuda do árbitro amigo), em situação problemática e a beira de um ataque de nervos.

Enfrentará também, a desconfiança e incredulidade da “grande mídia”, que teima em dizer que ainda somos zebra. Porém, contra o Santos, o time demonstrou a mesma confiança e segurança em si mesmo que tanto cobrávamos, mesmo no time campeão do ano passado.

O Atlético mostra-se maduro. É um time jovem e experiente ao mesmo tempo. E teremos dois diferenciais hoje : Adriano, que é o ponto de desequilíbrio do time, o termômetro, o motor da equipe e Kléber!

Ah! Esse Kléber…

Já faz duas partidas que não marca. Seria hoje no Maracanã ?
Que fiquemos na expectativa até a noite desta quarta-feira.

Juarez Villela Filho
colunistas@furacao.com



Últimas Notícias

Libertadores

Hoje é um novo dia…..

…. de um novo tempo/que começou Nesses novos dias/as alegrias/ serão de todos/é só querer. Esses nossos sonhos/ serão verdade o futuro já começou.  …

Fala, Atleticano

Mais do mesmo

Não consigo ver futuro no futebol que o meu time está praticando. Ou seja, não está jogando nada já faz um bom tempo. Vejamos: zagueiro…

Fala, Atleticano

Reflexões…

Após a Derrota contra o Fluminense… Nosso “DT” Felipão, implorou pelo apoio da torcida no jogo de quarta, pois é “vida ou morte”… O Atlhetico…

Fala, Atleticano

Nunca foi unanimidade

Nunca ele foi unanimidade perante a torcida do CAP, o “queridinho” do Petraglia, só conseguiu um destaque em 2018, sob a batuta do Thiago Nunes,…

Fala, Atleticano

Quatro derrotas, já deu!

No início desta temporada, foi informado à Nação Rubro Negra, que à prioridade era o Campeonato Brasileiro. Já passou, seis rodadas, vencemos duas sem convencer…