13 set 2002 - 21h14

EM BUSCA DA REABILITAÇÃO

Com motivação de clássico regional e procurando a reabilitação no Campeonato Brasileiro. É desta forma que a equipe do Atlético está encarando o jogo frente ao Paraná Clube, neste sábado, às 16 horas. O rubro-negro paranaense quer esquecer a derrota para o Flamengo e apenas retomar o bom futebol e o caminho da vitória somando os pontos necessários para chegar a classificação.

A partida contra o rival do estado será a primeira oportunidade para os jogadores atleticanos colocarem em prática os conselhos do técnico Valdir Espinosa. Após a derrota no Maracanã na última rodada da competição, o treinador afirmou que a equipe precisava recolocar os pés no chão e voltar a apresentar o desempenho antigo. Nos dois treinos antes do confronto contra o tricolor, Espinosa utilizou a primeira parte do trabalho para conversar demoradamente com o elenco.

“A conversa teve um tom de análise. Nós debatemos o jogo contra o Flamengo e a programação a partida contra o Paraná. O elenco está consciente que não fez uma boa apresentação no Rio de Janeiro. Nós vamos entrar procurando vencer o Paraná, sempre respeitando o adversário”, explicou o técnico rubro-negro.

Para fortalecer, o Atlético terá a volta dos jogadores Alessandro e Douglas Silva que cumpriram suspensão contra os cariocas e estão liberados. Com a camisa número um permanece o goleiro Adriano Basso, já que Flávio continua entregue ao Departamento Médico. No resto, a equipe rubro-negra é a mesma das partidas anteriores.

Como medida de segurança, o técnico Valdir Espinosa testou na etapa final do treinamento o atacante Dagoberto. Quem deixou a equipe titular foi Douglas Silva. A formação proporcionou maior ofensividade ao time e pode ser uma arma decorrer do jogo.

Assim, o time titular do Atlético será formado pelos jogadores Adriano Basso, Alessandro, Rogério Corrêa, Igor, Fabiano, Cocito, Douglas Silva, Kleberson, Adriano, Alex Mineiro e Kléber.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Atlético



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…