10 out 2002 - 12h36

Opinião: “análise”

O pior não é perder. É não ter perspectiva de recuperação. Como bem apontado pelo Sérgio Tavares, ninguém consegue imaginar um jeito de melhorar o time.

Para mim, o mais lastimável na noite de ontem foi a entrevista que Gilson Nunes concedeu aos jornais e rádios. Para ele, o time não foi mal. Teve uma atuação média.

Torço para acreditar que não seja isso realmente o que ele pensa e que se trate apenas de uma tática para não desmotivar os jogadores. Teremos um futuro sombrio se nosso técnico acreditar sinceramente que tivemos uma atuação média na partida contra a Ponte Preta.

É difícil consertar um time quando sequer se consegue fazer uma análise correta de seu rendimento.

Marçal Justen Neto
colunas@furacao.com



Últimas Notícias

Libertadores

Hoje é um novo dia…..

…. de um novo tempo/que começou Nesses novos dias/as alegrias/ serão de todos/é só querer. Esses nossos sonhos/ serão verdade o futuro já começou.  …

Fala, Atleticano

Mais do mesmo

Não consigo ver futuro no futebol que o meu time está praticando. Ou seja, não está jogando nada já faz um bom tempo. Vejamos: zagueiro…

Fala, Atleticano

Reflexões…

Após a Derrota contra o Fluminense… Nosso “DT” Felipão, implorou pelo apoio da torcida no jogo de quarta, pois é “vida ou morte”… O Atlhetico…

Fala, Atleticano

Nunca foi unanimidade

Nunca ele foi unanimidade perante a torcida do CAP, o “queridinho” do Petraglia, só conseguiu um destaque em 2018, sob a batuta do Thiago Nunes,…

Fala, Atleticano

Quatro derrotas, já deu!

No início desta temporada, foi informado à Nação Rubro Negra, que à prioridade era o Campeonato Brasileiro. Já passou, seis rodadas, vencemos duas sem convencer…