14 out 2002 - 19h54

Técnico pode ter todos os jogadores à disposição

O técnico Gilson Nunes terá um quebra-cabeça para montar o time antes de enfrentar o Figueirense, na próxima quarta-feira, às 20h30, no estádio Orlando Scarpelli. Com o elenco atleticano completo em condições de jogo, muitos jogadores da mesma posição lutam por um lugar no time.

A disputa já começa no setor defensivo. São quatro zagueiros procurando uma vaga no esquema 3-5-2. Rogério Corrêa está de volta após cumprir a suspensão automática. Wellington Paulo foi um dos melhores em campo no empate contra a Portuguesa. Igor é o único jogador do elenco que participou dos 17 jogos do Atlético no Campeonato Brasileiro. E, Gustavo está recuperado e recuperando o ritmo de jogo.

Com a implantação do esquema 3-5-2, existe apenas uma vaga na posição de volante. Assim, Cocito e Douglas Silva são os principais candidatos à vaga.

No ataque outra disputa de craques. Três atacantes querem compor a dupla de frente do Atlético. Kléber e Alex Mineiro já escreveram seus nomes na história do clube. O primeiro, segundo maior goleador do Atlético, é o artilheiro do time na temporada com 18 gols. O segundo foi o herói das finais no ano passado e está recuperado do problemas no púbis. O último é jovem e está começando a carreira com o pé direito. Dagoberto é o xodó da torcida e quer conquistar o seus espaço na equipe.

“A disputa por uma vaga é muito saudável. Todos os jogadores, independente do posição, querem um lugar no time”, disse Alex Mineiro. “Quem ganha com a disputa por posições é o Atlético”, afirmou Dagoberto.

O treinador Gilson Nunes vai esperar o último treino antes da viagem para Santa Catarina para fazer suas opções.



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Era uma vez…..

…. um time que vencia mas não convencia. Um time que tinha alguns padrões bem definidos e que quase sempre se repetiam jogo após jogo:…