30 out 2002 - 21h53

ATLÉTICO JOGA MAL E PERDE

O Atlético foi derrotado pelo Grêmio por 2 a 1 em partida realizada no estádio Olímpico, em Porto Alegre, nesta quarta-feira. O time dirigido por Abel Braga jogou mal e sequer chegou a ficar perto de vencer. Para piorar, Alex Mineiro foi expulso e Alessandro e Cocito receberam o terceiro amarelo, o que desfalcará o rubro-negro para o jogo contra o Atlético Mineiro.

O Grêmio começou melhor e partiu para cima do Atlético logo no início da partida. Flávio foi responsável por evitar o gol em lances de Rodrigo Mendes e Rodrigo Fabri. Rogério Corrêa cometeu uma falta feia em Fabri quando este se preparava para ficar frente a frente com Flávio e levou o amarelo.

Depois de pressionar bastante, o time gaúcho saiu na frente aos 16 minutos. Anderson Lima cobrou falta com força no centro da área. Douglas Silva, ao tentar cortar o cruzamento, acabou cabeceando contra a própria meta. A bola bateu no travessão e entrou.

Curiosamente, o time só começou a jogar a partir do gol sofrido. Os atletas começaram a tocar mais a bola e o Atlético avançou pelas laterais, mas criou pouquíssimas chances de gol. A melhor chance surgiu em um lance individual de Fabiano.

No segundo tempo, o Atlético voltou disposto a buscar o empate, mas acabou levando o segundo gol. Em uma falha da zaga atleticana, Rodrigo Mendes recebeu lançamento na ponta-esquerda e chutou de primeira. A bola passou por baixo de Flávio, dificultando a situação rubro-negra.

O gol de honra saiu dos pés de Fabiano. Ele recebeu no meio-campo, avançou até a área adversária e marcou um lindo gol, parecido com o marcado contra o Corinthians. Animado, o time sentiu que podia conseguir o empate e Abel se preparava para colocar Dagoberto em lugar de Alessandro. Porém, Alex Mineiro deu uma cotovelada em um gremista e foi expulso.

Mesmo assim, a substituição foi mantida, mas não causou o mesmo efeito, já que o Grêmio aproveitou o fato de ter um atleta a mais em campo. Abelão ainda colocou Preto em lugar de Igor e Reginaldo Vital no de Cocito, mas o time não melhorou.

A grande chance de empate foi jogada fora aos 46 minutos. Em falta na entrada da área, Kléber assumiu a responsabilidade de capitão e pediu para cobrar, tirando Preto, Vital, Kleberson e Douglas Silva do lance. Sem cacoete, o atacante bateu fraco e rasteiro, facilitando a defesa de Danrlei e encerrando a noite atleticana de maneira melancólica.

Grêmio:
Danrlei; Polga, Claudiomiro e Roger; Ânderson Lima (Adriano), Gavião, Tinga, Fabri e Roberto (Pedrinho); Luís Mário e Rodrigo Mendes (Adriano Chuva)
Técnico: Tite

Atlético:
Flávio; Alessandro (Dagoberto), Rogério Corrêa, Igor (Preto) e Fabiano; Douglas Silva, Cocito (Reginaldo Vital), Kleberson e Adriano; Kleber e Alex Mineiro
Técnico: Abel Braga

Data: 30/10/2002 (quarta-feira)

Local: estádio Olímpico, em Porto Alegre

Árbitro: Romildo Correia (SP)

Auxiliares: Marinaldo Silvério e Geraldo José Pinheiro (ambos de SP)

Cartões amarelos: Rogério Corrêa, Alessandro, Cocito e Fabiano (A); Luís Mário e Roger (G)

Cartão vermelho: Alex Mineiro

Gols: Ânderson Lima (G), aos 27min do primeiro tempo; Rodrigo Mendes (G), aos 11min do segundo tempo; Fabiano (A), aos 19min do segundo tempo



Últimas Notícias

Opinião

PlaneJUMENTO

Antes de tudo, dar os devidos créditos ao @fabiangarrett93 que cunhou tal termo no Twitter sendo de uma felicidade incrível pois ilustra perfeitamente aquilo que…