10 nov 2002 - 16h44

Opinião: “Irreconhecível Furacão”

O que aconteceu em Belo Horizonte foi algo completamente atípico, situações e fatos que não estamos acostumados a vivenciar.

O Atlético não existiu, esteve irreconhecível, uma equipe sem agressividade, sem garra, sem compromisso e sem responsabilidade. Tenho a nítida impressão de que várias perguntas que o torcedor estava fazendo a si próprio foram
respondidas contra o Cruzeiro: jogadores desmotivados e sem nenhum compromisso com o clube. Evidências que devem levar a diretoria a tomar decisões necessárias.

É duro, mas às vezes não conseguimos esconder o nosso sentimento de tristeza e de raiva perante aos irresponsáveis do futebol. Prefiro não citar nomes, não
sei se serei justo com os competentes. Mas o torcedor atleticano sabe exatamente quem ainda merece vestir a camisa rubro-negra.

Vamos esperar a última rodada, que não chega nunca para acabar de vez com este pesadelo.

Rogério Andrade
colunas@furacao.com



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…