18 nov 2002 - 17h03

Alessandro analisa os erros do Atlético

A primeira fase do Campeonato Brasileiro terminou e o atual campeão não tem motivos para comemorar. O sonho do bi-campeonato foi por água abaixo e o Atlético sequer se classificou à próxima fase. O lateral-direito Alessandro, inconformado, espera que os erros cometidos ao longo do ano sejam absorvidos e não sejam repetidos na próxima temporada.

Como foi um dos jogadores que mais atuou este ano, nada menos que 48 partidas, Alessandro tem respaldo suficiente para analisar os motivos da queda no desempenho do Furacão. “No Campeonato Brasileiro vacilamos em muitos jogos que poderíamos ter vencido. Com mais duas vitórias, estaríamos classificados tranqüilamente. Contra Gama e Ponte Preta, por exemplo, deveríamos ter vencido e no empate contra a Portuguesa o juiz inventou um pênalti no final do jogo. Fica complicado”, analisou, no entanto, apontando a falta de preparação como fator principal da má campanha.

“Tudo que começa errado, acaba errado. Não houve preparação no início do ano. Jogamos a final do Brasileirão às vésperas das festas de fim de ano e não fizemos uma pré-temporada. Logo depois vieram várias competições seguidas como a Taça Libertadores da América, a Copa dos Campeões e a Copa do Brasil, em que não fomos bem”, comentou. O Atlético não fará mais uma excursão ao Líbano e à Turquia, como chegou a ser cogitado. Dia 15 de dezembro, os jogadores entrarão de férias.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…