4 dez 2002 - 19h31

Colaborador do site escreve sobre o atacante Kléber

“Kléber: odiado por muitos, amado por todos”

Kléber, esse nome por cerca de três anos nome não sai da boca da maioria dos torcedores que vão à Arena da Baixada. Pode parecer que não, mas quem já não xingou Kléber e minutos depois teve que se render a seus belos gols e belas jogadas? Ou então depois de lindos gols e belas jogadas, teve que dar umas boas risadas devido a algumas pisadas na bola e outras “peripécias” do jogador?

O engraçado é que o artilheiro vai do céu ao inferno em pouquíssimos minutos.
Às vezes em um erro de qualquer outro jogador quem leva a culpa é Kléber por mais distante que ele esteja da jogada. Em alguns momentos da partida tenho a impressão de que todos os onze jogadores do Atlético que estão em campo chamam-se Kléber, tamanha é a implicância de alguns torcedores com o jogador.

A verdade é que parece que Kléber está mesmo de saída desta vez. Muitos irão das graças a Deus, vão dizer que até que enfim ele se foi etc, etc. Mas a verdade é que todos irão sentir sua falta.

Alexandre Richter
imprensa@furacao.com



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…