27 dez 2002 - 15h19

Veja o que Petraglia disse no Mesa Redonda

O Presidente Mário Celso Petráglia falou no Programa Mesa Redonda, da CNT, na edição desta sexta-feira, dia 27 de dezembro.

Bastante solicito, desejou Boas Festas à nação atleticana e acabou expondo alguns pontos que toda a torcida queria saber. A Furacao.com traz para você um resumo da entrevista.

CLUBE EMPRESA :

“ O Atlético ainda aguarda as definições da mudança no Novo Código Civil brasileiro. Ainda estamos estudando para vermos se a melhor maneira é sermos S/A ou LTDA. O novo Ministro do Esporte já se comprometeu a não mudar as regras do jogo, já que alguns clubes já estão buscando se adequar à nova legislação.”

ADRIANO

“ Ele é um patrimônio do Atlético. Tem contrato até 30 de junho e é possível sua permanência por ainda mais uma temporada.”

FABIANO

“ O São Paulo realmente mostrou interesse pelo Fabiano. Só que propuseram empréstimo e a política do Atlético sempre foi de venda de jogadores. Não há dinheiro no mercado, tanto é que a grande contratação do São Paulo, que foi o meia Ricardinho, foi feita via Federação Paulista, que era credora do Corinthians e o pagamento foi parcelado em 60 vezes, o que não é a política do Atlético. Mas, se até o final de janeiro não tivermos uma definição e os valores forem compensatórios, nada impede de fazermos o empréstimo do Fabiano para o São Paulo.”

CLUBE RENTISTA

“ Fomos alvo das investigações, tanto da CPI da Câmara , como do Senado acerca de nossos negócios. Não foi achado nada irregular, toda nossa documentação foi aprovada. Muito de nosso crescimento patrimonial dos últimos anos se deu graças a parceria com o Rentista do Uruguai, através do Sr. Juan Figger. Temos um risco quase zero nas negociações.”

CRÍTICAS

“ Nesse caso do Fabiano, estamos sendo massacrados por partes da imprensa, principalmente por um veículo de comunicação escrita que só busca denegrir o Atlético. Principalmente o Sr. Augusto Mafuz, ,advogado, que está querendo a todo custo e mando de alguém, conturbar o ambiente. Essas pessoas atrapalham o Atlético em todos os setores, no time, os treinadores, o trabalho da Diretoria. A campanha contra o Kleber foi uma grande injustiça com o moço. Fizeram um site na Internet só com notícias ruins do moço, só para prejudicar sua imagem e quase que o negócio com o Tigres do México não saiu por causa disso. Já decidimos, que vamos convocar uma reunião do Conselho Deliberativo e tomar as medidas cabíveis contra as pessoas que querem prejudicar o trabalho que estamos fazendo por todo esse tempo no Atlético.”

PARCERIAS

“ Vejam o caso do Fabiano. Ele veio do Nacional de São Paulo através do Juan Figger. Mas quem poderia comprovar que daria certo? O pessoal só lembra das estrelas, de quem dá certo, mas temos dezenas de garotos, que por algum motivo ou outro acabam não vingando. Então a parceria traz a vantagem de diminuirmos os riscos numa contratação. Graças as Juan Figger, trouxemos, em 98, o Cocito, Gustavo e o Lucas. O Cocito e o Gustavo estão até hoje aqui ganhando títulos e o Lucas foi vendido por cerca de U$ 20 milhões, sendo a segunda maior transação da história do futebol brasileiro. Na época, não tínhamos dinheiro para bancar a vinda dos três, pois o passe de cada um era cerca de U$ 500 mil. Compramos 50% do passe e o Juan Figger já pagou a parte dele adiantada, pois na época não gastávamos nem um parafuso a mais para concluirmos a construção da Baixada. Pagamos as parcelas finais ao Botafogo de Ribeirão Preto e complementamos com o passe de dois jogadores, dentre eles o zagueiro Bel.”

PERSEGUIÇÃO

“ Peço aos torcedores atleticanos, a essa fantástica torcida que não acredite em tudo o que ouve por aí. O Sr. Augusto Mafuz está numa campanha de desestabilização do ambiente e queremos que todo atleticano verdadeiro nos ajude a saber a origem disso tudo. Se há alguém que está atrapalhando a vida do Atlético, esse alguém é o Sr. Augusto Mafuz. Peço que todo atleticano nos ajude a encontrar o que há por traz de tudo isso.”

KLEBERSON

“ Ele é do Atlético, seu passe pertence (metade) ao Atlético e enquanto não nos oferecerem o que pedimos, ele fica por aqui. Ele só será vendido pelo preço que achamos que ele vale.”



Últimas Notícias

Brasileiro

Saudades do ex? Por aqui, não.

Pela terceira rodada do Brasileirão, o Athletico foi até Porto Alegre para enfrentar o Grêmio de Tiago Nunes. Surpreendente na escalação, António Oliveira iniciou o…