24 jan 2003 - 23h02

Atlético na ponta dos cascos para o Estadual

O Atlético começa neste sábado contra o União Bandeirante, às 16 horas, na Arena da Baixada, a caminhada rumo ao Tetra Campeonato Paranaense. Com uma equipe totalmente reformulada em razão da saída de alguns jogadores e com a ascensão de vários atletas da categoria de base, o técnico Heriberto da Cunha luta para realizar uma boa campanha no Estadual. A arma do treinador será a mescla entre a juventude do grupo com a experiência dos antigos atletas.

A intenção do rubro-negro na edição 2003 do Paranaense não é só usar a curta competição, apenas dois meses, como laboratório para o Campeonato Brasileiro que começa em março. Além da responsabilidade de defender o título de atual Campeão, o Atlético busca o inédito Tetra. Com esse propósito, Heriberto está bastante otimista em relação ao desempenho do time.

“Eu estou otimista quanto a campanha do Atlético no Campeonato Paranaense. Muito trabalho ainda precisa ser desenvolvido. Porém, para um início de temporada o grupo está bem fisicamente e tecnicamente”, afirmou.

Ao longo dos treinos entre as partidas do Estadual, Heriberto pretende melhorar algumas características da equipe. Uma delas é a posse de bola. Segundo o treinador, os jogadores precisam saber a hora de segurar a bola e a hora de avançar.

Além de Adriano, velho conhecido da torcida atleticana, quem terá essa função no setor de meia cancha é o meia Rodrigo. O jogador é uma prata da casa. Mesmo já estando integrado a categoria profissional do clube há três anos, a edição 2003 do Campeonato Paranaense será a primeira competição que o atleta começará como titular.

“No Brasileiro passado eu tinha a perspectiva de ser titular, mas o Kleberson não foi negociado. Já que o técnico Heriberto optou pela minha escalação entre os titulares, eu vou entrar em campo e fazer de tudo para o Atlético vencer”, concluiu Rodrigo.

Após o último treino, o técnico Heriberto da Cunha confirmou o time do Atlético para enfrentar o União Bandeirante com os seguintes jogadores: Cleber, Alessandro, Igor, Rogério Corrêa, Ivan, Cocito, Douglas Silva, Adriano, Rodrigo, Ilan e Jadilson.



Últimas Notícias

Copa do Brasil

Era uma vez…..

…. um time que vencia mas não convencia. Um time que tinha alguns padrões bem definidos e que quase sempre se repetiam jogo após jogo:…