29 jan 2003 - 21h08

FALTOU VONTADE, ATLÉTICO!

O Atlético não criou nenhuma chance de gol e ficou no empate com o Malutrom, nesta quarta-feira. A partida disputada no Couto Pereira foi muito fraca e não agradou os poucos torcedores que prestigiaram a equipe de Heriberto da Cunha.

Com o resultado, o Atlético chegou aos quatro pontos e ocupa agora o quarto lugar na classificação do campeonato estadual.

O Atlético começou dominando o jogo, mas raras vezes venceu o bloqueio montado pelo adversário na frente da área. O Malutrom abusava das faltas e teve o zagueiro Souza expulso nos acréscimos do primeiro tempo.

A vantagem numérica do Furacão durou apenas até os dez minutos na segunda etapa, quando o volante Douglas Silva foi expulso. Mais seis minutos e o meia atleticano Rodrigo também levou o cartão vermelho, por tirar a camisa e gesticular exageradamente ao saber que seria substituído. O árbitro Maurício Batista dos Santos mostrou o cartão para o capitão Cocito, já que Rodriguinho já estava nos vestiários.

A partir daí o jogo caiu muito tecnicamente. Mesmo com um a mais em campo o Malutrom se deu por satisfeito com o resultado de empate e não pressionou muito o Atlético, que também não teve forças para chegar ao gol da vitória.

Paranaense – (29/01/03) – Malutrom 0 x 0 Atlético – Couto Pereira
A: Maurício Batista dos Santos (PR); CA: Gustavo, Leandro, Helington, Dudu e Jadilson; CV: Fábio Souza, Douglas Silva e Rodriguinho.

MALUTROM: Rodrigão; Alex, Gustavo, Fábio Souza e Leandro (Diogo); Fábio Júnior (Edinaldo), Helington, Íverton e Dudu; Murilo (Hernandes) e Mauricinho. T: Luciano Gusso.

ATLÉTICO: Cléber; Alessandro, Daniel, Igor e Fabrício; Cocito, Douglas Silva, Rodriguinho e Adriano; Jadílson (William) e Ilan. T: Heriberto da Cunha.

Foto: Dênis Ferreira Netto
Reportagem: Furacao.com com informações do Terra Esportes



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…