O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
27 mar 2003 - 9h25

Esperança

Estava lendo a coluna do leitor, e como era de se esperar, constatei que não sou o único atleticano que se irrita com facilidade. É da índole atleticana ser passional, por isso que se fala tanto na Paixão quando se trata de Atlético. Logicamente estou amargurado e meio de ressaca de mais uma derrota para o Sport, afinal quando deixaremos de ser fregueses.

Procurando ser um pouco racional, analisei o jogo com olhos de quem estava assistindo ao confronto, EUA x Iraque (imagine quem fez o papel de Iraque???) onde o destino do Atlético já estava selado, nem podia ser diferente para um time que perdeu dentro de casa, então, qualquer resultado positivo seria uma alegria multiplicada, mas deu a lógica.

Analisando friamente nosso time há que se louvar o Gabirú Adriano (que raça, que categoria, que brio, que condicionamento físico), aliás é o único jogador que merece não só o reconhecimento, mas o salário dobrado, melhor triplicado, haja vista que Fabrício (do América Mineiro, pois o futebol dessa b. dessa m. ficou por lá!) e esse Paulo ou Paula Santos (caido de alguma mudança nas cercanias da Arena, nem no time da Moageira lá de Irati esse cara jogaria), onde é que acharam essa coisa? Alguém por favor poderia, antes dos jogos, esconder a máscara do Kleberson, pois depois da copa ele só bate na bola ao estilo Beckham, sei lá se é assim que escreve, só que não acerta nenhum lançamento, cruzamento, nada, volte a jogar o feijão com arroz tupiniquim que era excelente. Esse Diego heim… deixe na reserva uns tempos, joga com o Cascavelense Cleber que tava ótimo.

Algo precisa ser feito com relação a arbitragem, se escalarem, para os jogos de casa (Coxa e Paraná) o Luiggi Coxa Colina londrinense é melhor surpreender, no clássico contra o Coxa, já entrar em campo de início com nove, certamente ele vai expulsar dois do Atlético, o time fica com sete e o jogo acaba por falta do número mínimo. O cara passa de nojento, quando faz pose com aquela buzanfa gorda fica ainda mais pátético .

O condicionamento físico do Atlético parece o antigo Paraná, ah!.. que coincidência o treinador era deles!? È brincadeira né Atlético, dispensar o treinador antigo e pegar isso aí, é por isso que o time se arrasta no segundo tempo quando, antigamente, era no segundo tempo que o time deslanchava e ganhava os jogos. Dispensar o Eudes e pegar esse Solivan, acho que ele vai pro CT do Cajú com o pijama do Paraná. Isso realmente é treinador de time varzeano, nem dos tricolores da segunda divisão,…ou quase…questão de tempo.

Mas o time já melhorou muito, o Vadão não é nenhuma Brastemp, mas quem não tem Geninho…fazer o quê? E por falar nisso de onde surgiu e que fim levou o tal do Eriberto, e o Gilson Nunes, e o E.T. Ataualpa dos pampas, cada um heim, diretoria sádica gosta de judiar do torcedor. Viram o velho Pepe de guerra? Lembram dele e do que fizeram para ele no Atlético? Ah! que saudade!?!



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Jogo da vida

Por curiosidade, fui verificar qual a possibilidade da queda do CAP para a segunda divisão, e apresentou 16.4%, preocupante em vista que estamos num bolo…

Fala, Atleticano

Flertando com a ZR

Como já disse, estou feliz por ser Bicampeão Sulamericano e estar na final do Copa do Brasil, mas, deste jeito não dá. Ontem mais uma…