15 abr 2003 - 12h07

Opinião: "O menino da chuteira laranja"

Chegamos ao cúmulo do ridículo. Kleberson fez questão de fazer a diferença, não na apresentação de seu futebol, mas em seus calçados “laranja-cheguei” (foto). Futebol que é bom, nada! Onde este menino está com a cabeça, na Terra ou na Lua, no Brasil ou na Europa?

Podem falar e exaltar o atleta, mas ninguém me convence de que Vadão, por ele mesmo, não colocaria Kleberson no time, deixando Rodrigo no banco. Rodrigo está em crescimento, arrebentou nas últimas partidas e provou que tem lugar no time titular do Atlético.

Kleberson está atuando obviamente por imposição do Presidente do Clube, que precisa desesperadamente divulgá-lo ao mercado do futebol. Alguém duvida disto? Chegaram ao ponto de permitir que o atleta pudesse atuar com chuteiras coloridas, o que o faria sentir-se superior perante aos seus companheiros de equipe. Uma verdadeira falta de respeito!

Nada disso seria levado em conta se Kleberson voltasse aos bons tempos do velho e bonito futebol. Isto é o que importa para todos nós. O resto é piada, que tem efeito contrário para nós, atleticanos, e nos faz buscarmos a ira de vê-lo em campo. Já pensou se ele jogasse com suas lindas chuteiras contrastando com sua cabeça amarela? Aí sim, ficaria uma pérola!

Kleberson, seu tempo no Atlético esgotou.

Rogério Andrade
colunas@furacao.com



Últimas Notícias

Brasileiro

Cuidado!

  Foco na competição: No Brasileirão o Athletico ainda tem 11 jogos para disputar, o equivalente 33 pontos. Seis jogos em casa, cinco jogos fora.…

Notícias

O bom filho?

ANÚNCIO: Dia 01 outubro, um dia após vencer o Peñarol por 2 x 0, na Arena da Baixada e garantir presença na final da Copa…