26 abr 2003 - 8h47

Atlético ainda está indefinido

O time formado por Gil Justen Santana e Paulo Rubens é que vai definir os onze que entram em campo diante do Criciúma, na partida da tarde deste domingo. Tudo porque o treinador Vadão depende do Departamento Jurídico do clube para escalar a equipe para o confronto válido pela 6ª rodada do Brasileiro.

Toda a confusão se deve ao fato de a CBF, numa coincidência de feriados nacionais e regionais, ter ficado de quinta-feira passada, dia 18 até o dia 25 de abril fechada, inviabilizando a inscrição de novos atletas, como o zagueiro Capone e o atacante Lê.

Há uma Resolução da CBF que impõe o prazo de 3 dias úteis após a publicação no boletim diário da entidade para que o atleta tenha reais condições de jogo. Mas devido ao excessivo tempo em que a CBF esteve fechada e ao grande volume de inscrições, a própria entidade baixou outra resolução admitindo a supressão desse prazo para a liberação dos atletas.

No entanto, o presidente do STJD, Luiz Zveiter, declarou que tal resolução é inválida, o que causou dúvidas para muitos clubes. Tratar-se-ia de um risco muito grande escalar um atleta sem o amparo total da CBF e do STJD.

O Atlético não quer dar brechas para reclamações jurídicas posteriores, estudando inclusive se o atleta Macedo não atuou de forma irregular na partida contra o Fortaleza. Caso positivo, os 3 pontos da partida, automaticamente, passariam para o rubro-negro.



Últimas Notícias

Sul-Americana

Confira como ir ao Uruguai

Logo após a classificação diante do Peñarol pelas semifinais da Sul-americana 2021, a enorme procura dos torcedores pelas passagens aéreas de Curitiba a Montevidéu acabou…