O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
15 maio 2003 - 9h10

Futebol não se ganha só em campo

Contrariando o ditado, quero dizer que um time de futebol é formada dos jogadores à diretoria, no mínimo, para alegria de poucos e desespero de muitos clubes brasileiros. Afinal porque se fala tanto na necessidade de Centros de Treinamento modernos e uma estrutura que amplia as condições de trabalho. Se não fosse isso eu não ouviria Wanderley Luxemburgo elogiando diretoria, comissão técnica, fisiologista, psicóloga, nutricionista e departamento médico.

Escrevo isso, para atleticanos que torcem na vitória e vaiam na derrota, nós que sofremos com o time, todos rubro-negros que pagamos ingressos para ver o furacão não importando a fase que esta passando. E a necessidade de um atacante no time, pois se analisarmos o campeonato perde os jogos que não tem qualidade para realizar as oportunidades.

Me senti envergonhado, após ler a coluna de Rogério Andrade, falando do cabide de emprego que existe no ataque rubro-negro. Porque se existem duas ou no máximo três vagas para o ataque para que temos onze atacantes, isso só pode ser mamata ou parece os absurdos de governo.

Podem falar o que quiser, mas se em todo elenco tem duas a três vagas para cada posição, porque no ataque tem de ser diferente. Será porque eles precisam parar as jogadas com falta e os juízes dão cartões, acho que não. Para se treinar ataque contra meio-campo e defesa juntos, não é possível que ninguém na diretoria veja isso, seria muita incompetência.

O pior é que você atleticano é quem paga o salário da diretoria que contrata e dos atacantes que ficam comendo, vendo jogo de camarote e dormindo as nossas custas. Será que a folha de pagamento não diminuiria e aí faço a mesma pergunta da coluna do Rogério, “Será que não dá para juntar o salário de uma meia dúzia e investir em um só?”, um só e que resolva o problema do ataque.

Falo com você Atleticano para começarmos a exigir a transparência no gerenciamento do clube, pois se a diretoria faz parte da vitória como disse Vadão, após a maior virada que eu já vi na minha vida de 5×2 contra o Criciúma, ela também faz parte da derrota.

E aí começo a me questionar: Por que não sabemos aonde foram gastos o dinheiro do torcedor? Ou as contratações erradas que se faz não poderiam ser evitadas?

Você, atleticano, ao perceber que um carro não atende as suas necessidades, você compra outro e fica com dois, ou vende o velho e compra um novo? Agora, pergunta pra diretoria do Atlético?

Quem responder manter os dois deve estar sobrando dinheiro, então porque não termina a Baixada ou compra reforços, pois estamos precisando de atacantes mesmo tendo um time inteiro só deles.

Não falo isso para pedir a cabeça de ninguém, mas para os diretores do atlético pararem de achar que torcida é massa de manipulação. E para os atleticanos que reclamaram do Ricardinho, ele não teve sorte na estréia, agora o “Tüske” deve estar fazendo intercâmbio as nossas custas, ninguém sabe o que ele joga então porque foi contratado. Enquanto continuar os torcedores não sabendo o que é feito no clube, vamos continuar sendo apenas uma massa de paixão rubro-negra e infelizmente manipulável.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Jogo da vida

Por curiosidade, fui verificar qual a possibilidade da queda do CAP para a segunda divisão, e apresentou 16.4%, preocupante em vista que estamos num bolo…

Fala, Atleticano

Flertando com a ZR

Como já disse, estou feliz por ser Bicampeão Sulamericano e estar na final do Copa do Brasil, mas, deste jeito não dá. Ontem mais uma…