23 maio 2003 - 13h58

Opinião: “A hora é agora”

Domingo na Baixada é dia de fazer a lição de casa. Um jogo em que vencer é mais do que uma ordem, uma obrigação. Empate, de novo, e em casa, nem pensar. Terá o mesmo efeito de uma derrota.

A expectativa é de um jogo bem diferente, pois o adversário é distinto dos anteriores, não apenas por ser o Flamengo, não apenas pela tradição e história, mas por ser um time, teoricamente, bem mais organizado, tática e tecnicamente que Grêmio, Criciúma ou Juventude, mesmo porque os valores individuais como Edílson, Athirson e Felipe podem desequilibrar. As estatísticas estão a nosso favor, e o furacão pode tirar proveito disso também.

Em meio a tantas tentativas de bagunçar o campeonato, o Atlético pode, sem dúvida, dar um passo importante como uma forma de demonstrar pretensões “ainda” para este ano, ignorando os efeitos externos ao campo, e mostrar dentro das quatro linhas que é um time que está em ascensão.

Pode ser agora a hora de deslanchar. Domingo, casa cheia, e tem cheiro de alegria no ar.

Rogério Andrade
colunas@furacao.com



Últimas Notícias

Opinião|Sul-Americana

Libera a torcida!

Uma noite histórica em um jogo com um cardápio recheado de garra, luta, determinação, superação, entrega, guerra, -TIME DE GUERRA – sim não faltam adjetivos…