O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
1 jun 2003 - 9h37

Atitude

Simplesmente não faz sentido um time de futebol comportar-se de maneira tão distinta quando joga em casa, e quando joga fora. “Ah, lá no estádio deles a pressão é muito grande, a torcida fica em cima…” Hoje, realmente dois mil e não sei quantos torcedores realmente fizeram aquela “pressão”…

Não entra na minha cabeça um time que joga aqui contra um outro do Rio de Janeiro, atropela, goleia, apesar de ainda não ser perfeito. E daí vai pra lá e joga de uma maneira covarde, como se o adversário fosse de gabarito superior. O que eles fizeram ? Fizeram a parte deles, nós é que não fizemos nada. Ficamos burocraticamente esperando… mas quem não faz por merecer, não adianta esperar nem rezar.

Se o Atlético hoje tivesse uma postura de procurar o resultado, certamente conseguiria. Não sei onde reside este medo, este receio. Ou o time acorda, ou cumpre tabela. Neste campeonato – mais do que nos outros, porque oitavo colocado e nada é a mesma coisa – o que vale é somar pontos, não interessa onde. Se perdemos, mas o time procurou a vitória, existe perdão. Mas como foi hoje, se escondendo dentro de campo, aí não vale a pena viver.

Era fácil. Bastava querer. Faltou atitude.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…