3 jun 2003 - 10h05

Resumo dos jornais desta terça-feira

Atlético pode ganhar três pontos fora – Se o time não consegue engrenar fora de casa, o departamento jurídico entra em campo para dar uma mãozinha e, quem sabe, buscar os primeiros três pontos longe da Arena. Amanhã, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol (STJD) julga a queixa do Atlético contra o Fortaleza, que teria utilizado o atacante Macedo de forma irregular na partida vencida pelos cearenses. Desta vez, os procedimentos utilizados foram os corretos e a chance de o Rubro-Negro vencer no tapetão com gols de advogados e subir na tabela são boas.(Leia mais).

 

Atlético põe em prova força do seu elenco – No jogo de sábado passado, Capone e Adriano já ficaram ausentes; para o próximo, Ilan e Luciano Santos é que estão fora; e para piorar, cinco titulares dependem de um cartão amarelo contra a Macaca para perderem o clássico Atletiba no Couto Pereira – Dagoberto, Rogério Corrêa, Diego, Alessandro e Leomar. “É a hora do grupo mostrar sua força. Uma pena que seja justamente quando o time vinha subindo de produção”, analisou Vadão.(Leia mais).

 

Vadão insatisfeito com desempenho do Atlético-PR – O técnico do Atlético-PR, Oswaldo Alvarez, o Vadão, se mostrou inconformado com a derrota para o Fluminense por 2 a 1, no último sábado. Para Vadão, o time está muito longe do comportamento considerado ideal.(Leia mais).

 

Excesso de cartões preocupam o técnico Vadão – O número de jogadores pendurados com dois cartões amarelos começa a preocupar a comissão técnica para o clássico Atletiba do próximo dia 14. O Atlético recebe a Ponte Preta na Arena neste domingo com cinco titulares nessa situação: o goleiro Diego, o lateral Alessandro, o zagueiro Rogério Corrêa, o volante Leomar e o atacante Dagoberto. Além deles, o zagueiro Tiago, no banco de reservas, é o sexto jogador pendurado do time.(Leia mais).

 

Atlético tenta compensar em casa – Após ser derrotado pelo Fluminense e acumular onze jogos sem vitória fora de casa, o Atlético tenta se reabilitar (novamente) em casa. E com chances de maximizar essa reabilitação. As próximas três rodadas da competições serão fundamentais para o futuro da equipe. Apesar de envolver um clássico, os próximos compromissos rubro-negros serão em Curitiba.(Leia mais).

 


Últimas Notícias

Opinião

O Furacão voltou

Não podia ser num jogo qualquer… Nosso retorno para casa tinha que ser numa semi-final de Copa do Brasil, contra o badalado e protegido Flamengo,…

Sul-Americana

Confira como ir ao Uruguai

Logo após a classificação diante do Peñarol pelas semifinais da Sul-americana 2021, a enorme procura dos torcedores pelas passagens aéreas de Curitiba a Montevidéu acabou…